Guia para esquiar em Chapelco

29 de Maio de 2018
Guia para esquiar em Chapelco

Informações gerais sobre Chapelco

San Martin de los Andes

Um lindo vilarejo de montanha a 260 km de Bariloche/Argentina – é muito mais conhecido pelo nome da montanha que recebe o seu centro de ski: o Cerro Chapelco.

A cidade é realmente muito bonita, à beira de um lago com águas límpidas, o Lago Lácar, e cercada de bosques de coníferas, o que lhe dá um ar de paisagem canadense. A arquitetura, por uma questão de estilo de seus habitantes, e por imposição de legislação, é toda feita com vistas a preservar o clima das estações européias, com suas construções de madeira entalhada, poucos andares e muitas flores por todo o canto.

San Martin tem uma ótima estrutura de hotéis, hosterias e pousadas, cabanas e albergues, para atender esquiadores e snowbordistas que vem de todo o mundo, e conta com muitos restaurantes, um bom número de lojas especializadas em esportes de inverno, roupas de frio, artesanato e várias galerias de arte, cassino, e toda a infra para quem vai para uma temporada de neve: a cidade, de junho a outubro, vive em função da Temporada, que costuma abrir na metade de Junho e se estender até o final de Setembro.

O Cerro Chapelco está a 21 km do centro de San Martin de los Andes, e conta com uma boa estrutura – veja os capítulos técnicos em nosso site – e é muito bonito, tanto a própria montanha como a incrível vista que se tem de lá, beleza em todas as direções.

Veja os detalhes da montanha e os detalhes da hotelaria

Como Chegar

  • San Martin de los Andes pode ser acessada por:
    Carro: a mesma estrada que leva à Bariloche, vindo de Buenos Aires. Num determinado ponto, quase chegando, bifurcação para ou San Carlos de Bariloche ou San Martin de los Andes.
  • Avião: há um aeroporto local, pequeno e simpático, que recebe vôos de aviões grandes. A 260 km, está o aeroporto de Bariloche, bem maior e com maior quantidade de vôos, que também recebe muitos turistas que se destinam a Chapelco, usando transfers em ônibus/vans e automóveis para ir de bariloche a san Martin de los Andes.

Confira a localização de Chapelco no mapa: Exibir mapa ampliado

Saiba mais sobre Chapelco & região:

Cerro Chapelco

Conta com 31 pistas de esqui para todos os tipos de praticantes. Uma boa parte delas são dedicadas aos que NUNCA esquiaram na vida, o que torna o lugar um dos destinos preferenciais dos casais com crianças. O Cerro conta ainda com uma pista especial só para os pequenos: a “Pista Patoruzito”. No Cerro Chapelco você vai encontrar: restaurantes, aluguel de equipamentos, chocolateria, cabine telefônica e central do cliente.
Confira mais sobre a estação de Chapelco.

Hotelaria e Serviços

Chapelco oferece excelentes hotéis, hosterias, restaurantes e ótimo comércio. Também conta com um simpático cassino, conta com estrutura para turismo no lago (barcos, restaurantes, etc), e muitas atividades de ecoturismo e montanhismo, tudo a ver com a região.
Clique aqui para ver nossas dicas de hotelaria e serviços em Chapelco.

Lazer e Gastronomia

Além do ski e snowboard, o local conta com diversas opções de lazer como passeios de barco, de trenó e snowmobile (motos de neve). Conta ainda com miradores de vistas belíssimas, de onde se pode ver toda a cidade e o Lago Lácar. Entre as opções gastronômicas destacamos o “La Fondue Betty” que (como o nome diz) tem um fondue delicioso! “Abuela Goye” é uma chocolateria maravilhosa, com chocolates quentes, sorvetes e muitas outras delícias. Para um bom happy hour ou para sair à noite com os amigos a dica é o “Downtown Matias”, um pub irlandes um pouco afastado do centro mas perfeito para se divertir. Para quem gosta de tentar a sorte grande, Chapelco possui também um Cassino!
Confira nossas dicas de atrações gastronômicas e de lazer em Chapelco.

Principais atrativos

Praça San Martín: núcleo histórico de San Martín de los Andes, em seu entorno estão os principais edifícios públicos – muitos deles com grande valor histórico e arquitetônico, além de lojas de artesanato local, doces, flores e frutas. Nela são realizados encontros cívicos e, em dezembro, eventos culturais que reunem músicos e artistas.

Parque Nacional Lanín: Localizado na província de Neuquén, a 24 Km de San Martín de los Andes, possui variadas trilhas, de diferentes graus de dificuldade, como as que conduzem ao Escorial – memória de uma gigantesca erupção do vulcão Ayen Niyeu, às Termas de Lahuén-Co, ao Lago Tromen, ao Lago Rucachoroiao, ao pé do Vulcão Lanín – cuja ascensão é uma atração a parte. É recomendável informar-se na sede do Parque as condições dos caminhos, principalmente no inverno, seus horários e restrições. A extensa área que ele abrange proporciona atividades como pesca, caça, passeios de barco. O Parque está inserido no circuito dos Sete Lagos, que une a cidade de San Martín de los Andes à Villa la Angostura.

Vulcão Lanín: É um vulcão inativo de 3.776 metros de altura em forma cônica. O cume está coberto de neve e gelo durante o ano todo. As espécies florestais predominantes em seu entorno são a lenga, o mire e a araucária.

Lago Huechulafquen: Localizado a 27 Km de Junín de los Andes. Faz divisa com o Parque Nacional Lanín, o Rio Chimehuín e o Vale do Hueyelthue, ideal para a prática de esqui. Sobre sua margem norte está a Comunidade Mapuche Cañicul.

Reserva Natural do Centenário: Criada com o objetivo de preservar o entorno paisagístico de bosques ciprestes (Austrocedrus chilensis), localiza-se no Cerro Comandante Díaz. Há áreas recreativas com jogos infantis, local para pic-nic com mesas, bancos e grelhas, além de um mirante de onde se avista a cidade de San Martín de los Andes, o Lago Lácar e o Cerro Bandurrias.

Mirante Arrayan: Durante todo o ano, é possível visitar este mirante de onde se tem uma vista belíssima da cidade de San Martín de los Andes e do Lago Lácar.

Lago Lácar: O Lago Lácar é um dos espelhos d’água mais importantes de San Martín de los Andes. Com 50 km²; de superfície, forma belas praias dentre as quais se destacam Catrite e Quila Quina, que estão a 4 e a 17 Km do centro da cidade, respectivamente. Quila Quina é famosa pelos bosques de vegetação nativa ao seu redor e em ambas é possível praticar esportes náuticos e aquáticos, além de desfrutar de passeios em barcos. Há restaurantes e lojas de artesanato mapuche em seu entorno.

Estação de Captura e Reprodução de Peixes: À beira do Lago Lácar. Este projeto ambiental visa aumentar a efetividade reprodutiva de algumas espécies de peixes. As visitas podem ser guiadas, onde serão explicados os objetivos e funcionamento das etapas do projeto, e, dependendo do dia, pode-se acompanhar a captura e o processo de desova dos peixes. É possível agendar visitas monitoradas.

Arquitetura

San Martín de Los Andes é um encanto de cidade. Sua arquitetura estilo alpino, herança da colonização européia, pode ser vista pelas praças, parques, hotéis, restaurantes, bares… Até nas farmácias, consultórios médicos e odontológicos o estilo arquitetônico padronizado se faz presente. É realmente muito bonito.

Dicas Úteis

Como chegar a estação de ski: de San Martín de los Andes, pela rodovia 234, que esta beirando o Lago Lacar, e encontra com cruzamento para a rodovia 19, e dali se percorrem outros 5 km para chegar a estação.
Horário dos skilifts: de 9h a 17h

  • Atividades: esqui alpino, de fundo, de travessia e fora de pista, snowboard, passeios em motos de neve, trenós, além de caminhadas com raquetes de neve.
  • Serviços: bons restaurantes, lockers, lojas de roupa e souvenirs, revelação de fotografias, serviço médico na base da estação, telefone público, e acesso a internet na base, e a 1600 metros, aluguel de equipamento, amplo estacionamento, centro de informação, creche, e traslados.

Confira aqui o mapa de pistas de Chapelco.

Chapelco na Mídia

Um ótimo texto do site www.vivaterra.com.br nos pareceu ótimo para descrever, aos turistas e amantes da montanha, o que é San Martin de los Andes e o seu Cerro Chapelco, e por isso o transcrevemos – com nossos cumprimentos:

Muitas informações sobre nossa querida Chapelco:
Ski em San Martin de Los Andes – pontos de Interesse

Cerro Chapelco, Vulcão Lanín, Mirante Arrayán, Filo Hua Hum, Caminho dos 7 Lagos, Lago Escondido, Comunidades Mapuches, Vôos de helicóptero.

CHAPELCO

Apenas a 19 quilômetros de San Martín de los Andes, Chapelco, oferece uma temporada de esqui inesquecível. Muito sol, excelente qualidade de neve e ótimos serviços asseguram o sucesso das férias de inverno. Se ainda não conhece, ficará surpreendido ao descobrir este moderno centro de esqui, e se já conhece e percorreu suas pistas em alguma oportunidade, poderá apreciar as importantes modificações realizadas nesta temporada para poder esquiar com mais comodidade, sem dificuldades, nem esperas. Em Chapelco, encontrará comodidade e segurança: são 29 pistas corretamente sinalizadas, para todos os níveis, uma excelente escola de esqui e uma capacitada equipe de patrulheiros que tornam o cerro em um dos centros de esqui mais seguros e confiáveis do mundo.

NOVIDADES

  • Ampliação e remodelação do setor de tele-esqui: acrescentaram-se 900 m2 de edifício com rampas de acesso substituindo as escadas, maior quantidade de bilheterias e ampliação da área de aluguel de equipamentos, lockers e seca-botas.
  • Reorganização da área de estacionamento.
  • Desenvolvimento de uma área comercial.
  • Ampliação e novos decks na reformada Confeitaria da Base.
  • Novas pistas: Teta Leste, Teta Oeste e uma travessia que une o setor da Intermédia do Filo com a “Pradera del Puma”, sem passar pelas pistas pretas e vermelhas do Cerro Teta.
  • Instalação de Snowfences (contra- ventos), que possibilitam um maior acúmulo de neve na parte alta da montanha, aumentando, assim, a superfície esquiável nesta zona.
  • Incorporação do novo Pisa-pistas de última geração, que garante uma pisada correta das pistas, que até este momento eram inaccessíveis para os retracks (aquelas das cotas mais elevadas).

DESCRIÇÃO

Chapelco conta com 31 pistas de esqui adaptadas a todos os níveis, com pendentes máximas de 45 graus, e mínimas de 20 graus, uma superfície esquiável de 140 hectares.

O desnível esquiável (não acumulado) é de 730 metros, possível de percorrer desde o topo do tele-esqui quádruplo do Mallín até a base. A longitude máxima é de 5,3 quilômetros.

A precipitação de neves anual é de 1,50 metros, e de 2,50 metros no cume, enquanto que o nível médio de profundidade da neve é de 0,50 metros na base, 1 metro na intermédia, e 1,30 metros no cume. Possui pistas para principiantes como a 63 e a Base, pistas pretas, bumps e saltos para os mais experientes. Possui também um Halfpipe localizado no “Cañadón” à esquerda do Palito, ideal para os amantes do snowboard, desenhado para realizar práticas e competições nas distintas modalidades.

MEIOS DE ELEVAÇÃO E CONTROLE DE PASSES

Chapelco conta com 12 meios de elevação preparados para transportar a quase 12000 esquiadores por hora. Tele-cabines para 6 pessoas, únicas na América do Sul, tele-cabines quádruplos, triplos ou duplos, tele-esquis e T-bar. Ambas lhe transportarão eficientemente e sem demoras até a pista da sua escolha.

Um moderno sistema computadorizado de emissão e leitura de passes, denominados snowpass, funciona no Chapelco desde 1995, oferece segurança e rapidez no acesso a cada meio de elevação, evitando as molestas esperas, ainda estando em épocas de grande movimento de pessoas. Outra coisa interessante do sistema é que ele nos permite saber em tempo real que quantidade de pessoas que estão esquiando, quais meios de elevação estão sendo utilizados, etc.

Desde cada uma das plataformas pode-se ver o Lago Lácar e o Vulcão Lanín, com a Cordilheira de los Andes.

RESTAURANTES E REFÚGIOS

Ao longo do Cerro, receptivas e confortáveis confeitarias e restaurantes convidam a fazer uma parada na jornada: saborosos pratos regionais, boa música, muito sol e uma vista formidável.

Antulauquen: Na cota de 1600, com modalidade de auto-serviço (Buffet) e capacidade para 400 pessoas, oferece pratos típicos de montanha, churrasco, “minutas”, pizzas, deliciosos crépes e produtos de confeitaria. Tem também quiosque e boutique no seu interior.

Rancho do Manolo: No cruzamento da “La Brava” e a 3, na cota 1420, com capacidade para 60 pessoas, o rancho oferece churrasco, goulash, café e guloseimas caseiras.

Refúgio Graeff: Na cota 1720, a alguns metros do antigo refúgio, é o ponto obrigatório para desfrutar de uma boa música e das cadeiras de praia sobre a neve.

Pradera del Puma: Com a vista dos vulcões e da Cordilheira nevada, com a sua original barra de gelo e suas pizzas com champagne, é uma parada obrigatória.

Restaurante de Base: Com capacidade para 240 pessoas, uma modalidade de auto-serviço (Buffet), o restaurante oferece deliciosos pratos e “minutas”. Também possui no seu interior quiosque e cabines telefônicas.

La Casita del Bosque (A casinha do Bosque): à direita da “Silla Triple” e perdida no meio de um bosque de lengas, a casinha te oferece fondue, raclette e guloseimas artesanais num aconchegante ambiente de montanha. No inverno está aberta o dia inteiro.

ESCOLA DE ESQUI

Mais de uma centena de instrutores de profissionalismo reconhecido e duas décadas de trajetória, fazem com que a Escola de Esqui do Chapelco se encontre à nível das melhores escolas do mundo. O grupo liderado pelo Diretor Angel de la Canal, ensina todas as disciplinas do esqui: alpino, nórdico, esqui parabólico, esqui de aventura, parapente, mono-esqui, snowboard em suas distintas modalidades e esqui fora de pista. As aulas podem ser grupais ou individuais, segundo as tuas preferências e teu nível.

NURSERY, CRECHE E JARDIM DE NEVE

A Nursery recebe seu bebê desde os três meses até um ano de idade. A Creche o recebe entre 1 e 3 anos. Ambas funcionam numa confortável cabana localizada na Base do Cerro, são atendidas por um pessoal altamente capacitado. O jardim dá iniciação a teus filhos no esqui, em idades entre 3 e 5 anos. Ele também funciona em uma cabaninha de madeira localizada na Estação Antulauquen, onde eles aprendem com as suaves pendentes do Jardim. Deste estágio passam ao “El Caminito del Bosque” sempre supervisado por instrutores especializados.

INFORMAÇÕES TÉCNICAS

  • Quantidade de pistas: 31
  • Superfície para esqui: 30 km, em 140 hectares
  • Longitude máxima para esqui: 5,3 Km
  • Alturas sobre o nível do mar:
    – 1250 MT = base
    – 1600 MT = Plataforma média
    – 1980 MT = Cima / com chegada dos meios de elevação

SOBRE SAN MARTIN DE LOS ANDES

San Martín de los Andes esta a 1.607 km da cidade de Buenos Aires, ao sul da Província de Neuquén. Atualmente possuí 30 mil habitantes e a principal atividade da região é o turismo.
A urbanística responde a um código que respeita o uso de materiais da região, na maioria das construções se poderá ver que estão construídas em madeira e pedras.

Em pleno vale, San Martín de los Andes possui uma moldura natural privilegiada que oferece uma variedade de atrações para desfrutar de seus lagos e praias e montanhas.

7 Lagos: Sobre a Beira do Lago Lacar, um dos espelhos de água mais importantes da cidade, estão as praias Catritre e Quila Quina. A primeira se encontra a 4 km do centro da cidade e em suas águas podem-se praticar esportes náuticos. Quila Quina – também apta para os amantes dos esportes aquáticos – fica a 17 km do casco urbano e impacta pela beleza dos bosques de robles, cohiues, ñires, maitenes, e radales árvores típicas desta região.
Lolog é outro lago que ressalta os atrativos da região. Está a 12 km de San Martín de los Andes, pela rodovia província 62, é um dos pontos de pesca da região, e um dos maiores em beleza natural. Lago Meliquina, localizado a 30 km da cidade, também é uma região ideal para a pesca esportiva. E Lago Filo Hua Hum um lugar para se descobrir entre seus bonitos bosques de cipres.

A montanha também é a protagonista em San Martín de los Andes e oferece interessantes circuitos de trekking, cavalgadas, 4×4 ou mountain bike. É também a atividade que mais identifica – e marca o estilo desta pequena região de montanha que é o esqui. Este esporte se pratica no Cerro Chapelco, centro invernal de San Martín de los Andes que é um dos mais importantes da América do Sul. Está a 15 km da cidade, sobre um cordão montanhoso chamado Cordão Chapelco, que se desprende da Cordilheira dos Andes. Desde a base do centro de esqui se desfruta de uma das melhores vistas da cordilheira: Observam-se, picos chilenos e argentinos e o imponente Vulcão Lanin.

Informações Importantes

Documentação exigida pela Polícia Federal (todos originais em bom estado)
Carteira de Identidade original emitida pela Secretaria de Segurança Pública, em bom estado, com foto recente, Passaporte válido com os devidos vistos, RNE (para estrangeiros).
Menores de 18 anos – autorização de pai e mãe com firma reconhecida em 3 vias (para menores viajando sem a presença do pai e da mãe).
Carteira de vacinação (dependendo do destino).
Atenção. Não serão aceitos em hipótese alguma: documentos vencidos, fotocópias, carteira de motorista, documentos classistas (OAB, CRM, CREA,etc.)
Fonte: www.vivaterra.com.br

INFORMAÇÕES INTERESSANTES DE CHAPELCO

Leia estas informações sobre Chapelco e Cerro Chapelco:

Chapelco – San Martin de los Andes – Neuquén – A montanha que possui tranças d´água

Quando falamos de estações de esqui na América do Sul, o primeiro nome que vem à mente das pessoas é Bariloche. E com razão: Cerro Catedral é o maior centro de esqui do Cone Sul. Porém, ao todo, a Argentina oferece 9 estações invernais com altas pistas.

Uma das mais charmosas e divertidas é sem dúvida Chapelco, que, mesmo não tendo a fama de Bariloche, agrada, e muito.

Chapelco é bom para esquiadores experientes ou para os iniciantes; para os que querem mais segurança ou para os que arriscam pendentes mais radicais; para os que desejam curtir com a namorada ou para os que querem adrenar num fora de pista com muita visibilidade.
Com modernos meios de elevação – ressalve-se que modernos em relação à média da América do Sul, pois seriam ultrapassados se comparados aos europeus – e com uma qualidade de neve considerada muito boa – ressalve-se que isto ocorre quando as imprevisibilidades do desequilíbrio imposto ao meio ambiente pelo aquecimento solar não se manifestam com tanta veemência – as muitas pistas de Chapelco atraem principalmente os próprios argentinos e muitos brasileiros. Mas também alguns anglo-saxões e italianos são vistos por lá.

Chapelco é um abrigo em meio às turbulências da Cordilheira dos Andes. Excelente opção à vizinha Pucón, normalmente envolta em caos, ou mesmo à Bariloche, que tem experimentado várias instabilidades climáticas nestes últimos anos.
Além da prática de esqui e do californiano snowboard, existem outras atividades invernais como o passeio de moto-neve, trenós puxados por cachorros siberianos e as caminhadas pelos bosques de lengas (árvores típicas das montanhas andinas). Todas estas práticas contam com patrulhas bem treinadas que percorrem todos os locais, dando-nos a ilusória sensação de segurança, pois, nestes esportes, machucar-se, de alguma forma, é quesito praticamente obrigatório.

Chapelco é a estação de esqui mais importante do patagônico Estado de Neuquén, e localiza-se a 200 km de Bariloche, fazendo divisa, à oeste, com o Chile.

É possível subir de teleféricos aos pontos culminantes do Cerro Chapelco, que atingem 1980m de altura, mas que nem sempre estão abertos. Para que isto ocorra, é preciso que a Cordilheira acalme-se um pouco e que as condições climáticas sejam oportunamente favoráveis, mas, quando isto acontece, as paisagens são puro cenário. É possível ver o lago Lacar e, ao fundo, o imponente vulcão Lanín, de 3.747 m, que surge piramidal lá longe, nos Andes, entremeado às montanhas menores. Há dias em que é possível ver até o amigo do vulcão Lanin, o famigerado vulcão Villarica, do outro lado da invisível fronteira com o Chile. Mas estes são aqueles dias especiais em que a Natureza respira aliviada, e nós respiramos juntos, pois ela emite-nos um claro sinal de que nem tudo está perdido no horizonte… isto é, embora tenhamos tentado, não fomos capazes de acabar com tudo, ainda…

Realmente: ver o vulcão Lanin, e atrás o famigerado vulcão Villarica, circundado pela região dos Lagos, e o gigante dos Andes englobando tudo, e depois descer adrenado num cassete só a montanha abaixo, estes são os dias que podemos dizer: hoje tive um dia de sorte!

A querida Chapelco conta com a hospitalidade da elegante San Martin de Los Andes, cidade nobre, que possui excelente infra-estrutura e que agrada a todos com sua rica gastronomia e uma agitada vida noturna. O que mais agrada em San Martin é o despojamento de andar livre pela cidade, a qualquer hora ou de madrugada, e não sofrer a típica pressão dos perigos urbanos. Além disso, os turistas costumeiramente são bem recebidos, pelos poucos mais de 3.000 habitantes do local, em clima agradável e tranqüilo. O turismo é hoje a principal foco econômico de San Martin, o que torna sua população natural e convenientemente hospitaleira. A cidade conta com estrutura aeroportuária, muitos hotéis e cabanas de aluguel. No verão, as atenções são voltadas aos Lagos, aos bosques de lengas e à Cordilheira, que ganha outras cores e climas mais amenos.

O Parque Nacional Lanin, fundado em 1937, abriga esta região de belas paisagens, outrora residência de várias etnias indígenas que combateram os espanhóis e ainda residência de muitos animais como condores, javalis selvagens, cervos e pumas.
Chapelco, San Martin, vulcão Lanin e lago Lacar formam um quádruplo de personagens que deixam no visitante uma sensação de querer mais, de sentir saudades mesmo antes da partida.

A origem no nome Chapelco: quando se inicia a primavera, começa a ocorrer o degelo nas montanhas nevadas. Pequenos fluxos d´água forma-se e começam a descer pelos Andes, cavando suas encostas. Inúmeros braços d´água entrecruzam-se formando correntes maiores, que acabam desembocando nos rios que atravessam os vales. Estas corredeiras são parecidas com tranças d´água que descem a camada de neve abaixo. Em linguagem indígena isto significa chape=tranças e co=água.
Fonte: www.americasol.net

Dicas úteis

Nós do Point, velhos participantes dos centros de ski, estamos sempre pensando em passar adiante informações recebidas, impressões pessoais, palpites e comentários de clientes sobre coisas do Mundo Da Neve.

Chapelco, não tenha qualquer dúvida, é um lugar muito especial.

Não, não é conversa de vendedor: imagine um vilarejo espremido entre duas montanhas cheias de pinheiros e neve, na frente de um lago cristalino, com arquitetura carinhosa, restaurantes, lojas e bistrôs, e um centro de ski bem do lado … pois é, juramos que é exatamente isso, e ,sim, você irá gostar. Mas tudo tem as suas manhas, e aqui vão algumas dicas de Chapelco:

A MONTANHA

Você saiu do Brasil rumo aos Andes, gastou uma grana preta, passou por filas diversas, transfers, câmbios, etc…etc … para ir esquiar em Chapelco.
OK, deu certo, você chegou, fez o check-in e vai guardar as roupas.
Então a partir de agora, use todos os minutos para ser uma criatura da montanha.
Pare de fumar, ou fume menos; não beba ou beba menos; acorde cedo, caminhe, se alongue um montão; Veja o sol nascer na beira do Lago Lácar, juro que é algo inesquecível! E olhe à toda sua volta e respire fundo essa mistura de cipreste & bife de chorizo.
OK, ok, ninguém é de ferro: solte a franga, mas não perca o foco!

O VILAREJO

Toda skiweek tem seu dia de merda … frio danado, storm, nada para fazer …
– pois esta é uma das grandes vantagens de San Martin de los Andes no Mundo da Neve : nestes dias, lá tem um montão de coisas interessantes a fazer além de ver TV no quarto !
– veja nossas sugestões de passeios disponíveis & lugares interessantes …
= e esqueça qualquer possibilidade de preguiça – em dólar, esta naba ( preguiça, é claro ) fica ainda mais absurda.

ALÉM DE SUBIR & DESCER NA MONTANHA

Não perca esta espetacular oportunidade de conhecer gente bacana, eles estarão nas cadeirinhas ou nas filas de ski, nas confeitarias de montanha ou nos restaurantes da cidade…
Nós do Point garantimos (com o Selo da Tranquilidade, por supuesto ):
– sim, você irá encontrar pessoas muito legais neste centro de ski e isso vai trazer uma alegria muito grande em sua vida, para o resto dela. Serão momentos felizes, novos amigos e ideias, projetos e risadas.
Chapelco é um lugar perfeito para isso!

MUITO ÚTIL

Parece bobagem insistir, mas:

  1. Sim, antes de sair do hotel para a montanha confira TODOS (e diversas vezes ! ) os muitos badulaques que você deverá utilizar durante o dia
  2. Sim, todo mundo esquece alguma coisa importante, todos os dias.
  3. Sim, o sol na neve queima em triplo, abuse do protetor.
  4. Sim, faça um mínimo decente de aquecimento antes de entrar em uma pista cheia de neve que escorrega pacas.
  5. Sim, quando chegar na parte alta do Cerro Chapelco, olhe muito para toda a belezura que se descortina e sinta a Glória Dêle.

CAMINHE MUITO

San Martin de los Andes é cheia de mistérios… você sai caminhando e encontra um atelier com gente pintando; em outra quadra, há um grupo ensaiando uma peça, e logo depois tem um pequeno museu.

Se tiver pernas, logo estará junto aos locais, suas pequenas oficinas e negócios, tomando mate e charlando fiado.
Faça isso, tome o mate e abuse do portuñol: os hermanos a-do-ram brasileiros que os respeitam e dão atenção.

A partir daí, espere o melhor, em qualquer circunstância.
Aliás … quem não gosta?

ATRAÇÕES LOCAIS:

Se você…
– Além dos dias de ski, snowboard, trekkings & escaladas …
– Superando restaurantes frequentados , passeios executados e baladas curtidas…
… ainda conseguir ser dotado de força & tutano para outras aventuras, veja a seguir algumas outras muitas dicas do Point da Neve:

PASSEIO A PUCÓN >>> CHILE

Um passeio muito bonito atravessando a cordilheira dos Andes. Na paisagem você vai encontrar dois vulcões, lagos andinos e diversas águas termais. O trajeto é curto (+ – 150 km). Se liga de levar o passaporte por causa das aduanas.

IMPORTANTE: Não esquecer que há o fuso horário com a diferença de uma hora, ou seja, no Chile a Aduana fecha às 7 da noite, e na Argentina às 8.

VILLA LA ANGUSTURA

“Pueblo” de fama mundial, Villa Angustura é um dos lugares mais bonitos e charmosos da Patagonia. O passeio é feito através do caminho dos sete lagos. Dica do Point: Almoçar no Hotel Correntoso com vista para o lago.

GOSTA DE CORRER?

Uma trotadinha na estrada que leva de San Martin de Los Andes ao cerro chapelco – asfalto liso, na beira do lago que vai ficando abaixo, bosques por todos os lados… celestial, man !
Vai no nascer do sol, e Deus estará correndo junto, juro.

RUTA DE LOS SIETE LAGOS

Já escrevi esta mesma dica na parte de Bariloche… mas vale repetir: esta estrada, que leva de San Martin a Bariloche, o faz pela parte de trás dos lagos, não é a oficial de hoje, mais curta e com muito menos curvas. Esta é cheia de curvas, subidas e descidas, mas é absolutamente linda, só vendo para crer a quantidade de lugares incríveis.

Na realidade trata-se do trecho da rota nacional número 234, que une as localidades de San Martin de los Andes e Villa La Angostura. Principal corredor turístico da região em um trajeto de 104 km, sete lagos de inigualável beleza, que se observam ao longo do caminho. Miradores panorâmicos, 2 parques nacionais – Lanin e Nahuel Huapi.

VULCÃO LANIN

De San Martin você enxerga bem o vulcão Lanin, alto, imponente, parecido com o Monte Fuji.
Se você gosta de aventura… uma subidinha, sem equipamento, vale a visita. Exige estar em forma…

NOVIDADES EM CHAPELCO

  • Cadeirinha quádrupla: Este meio permite transportar seus visitantes de um modo mais eficiente e rápido para as pistas do cerro (montanha).
  • Escola de Freestyle de esqui e snowboard.
  • Novo sistema de passes, mais moderno e mais ágil.
  • Encuentro de Pisteros.
  • Todas as Terças de Julho, Agosto e Setembro, Ciclo de Conciertos Chapelco, Cassino Magic.
    Fonte: Interpatagonia.com

TERMOS USADOS EM SKI E SNOWBOARD

  • Après-ski É a expressão francesa, conhecida por esquiadores do mundo todo, que designa todas as atividades realizadas após a jornada de esqui até a hora do jantar.
  • Bumps são ondulações nas pistas de esqui. Podem ser notados com freqüência nas pistas mais inclinadas, onde as marcas deixadas pelos esquiadores são mais fortes. Em alguns lugares, os bumps são deixados propositalmente nas pistas.
  • Lift / Ski-lift são os teleféricos que levam os esquiadores e snowboarders até o alto da montanha.
  • T-bar / Poma são os meios de elevação onde os esquiadores e snowboarders são puxados para o topo da pista, com os esquis e boards deslizando no chão.
  • Gondolas são os teleféricos fechados.
  • Chairlift são os teleféricos abertos, normalmente com capacidade de 2 a 6 pessoas.
  • Trails são as pistas ou caminhos catalogados e especialmente cuidados para a prática de esqui/snowboard. Nos mapas são publicados seus níveis de dificuldade que são identificados pelas cores. Nos Estados Unidos e Canadá as pistas são identificadas como Pretas/Black – Avançadas e Experientes; Azuis/Blue – Intermediárias e Verdes/Green – Iniciantes.
  • Ski in / ski out é o tipo de hotel ou outra acomodação em que se pode chegar e sair esquiando, e que fica mais próximo das pistas.
  • Skipass – Passe de acesso aos elevadores e pistas de uma estação de esqui.
  • Snow Update são os boletins que informam as previsões e condições da neve e tempo na estação de esqui.
  • Snowmobile é uma moto especial para a neve.

MANOBRAS DE SNOWBOARD

  • Ollie é a manobra mais básica, fundamental para executar a maioria das outras manobras.
  • Air to Fakie consiste em dar um giro de 180 graus no ar e depois seguir de switch (base trocada).
  • Wheelie aprenda a manter o equilíbrio em apenas uma das extremidades da prancha (nose ou tail).
  • Butter giros de 360 graus na neve.
  • 50/50 a maneira mais fácil andar em um rail ou box.
  • Rock-n-Roll é quando você anda na perpendicular do rail ou box.

LAS PENDIENTES – CHAPELCO

Confira essa matéria do site de aventuras Inema.com sobre Las Pendientes em Chapelco:

Conheça Las Pendientes em Chapelco!

Las Piendentes é uma opção para os esquiadores e passoas que gostam de passar férias em um ambiente romântico com uma infra-estrutura bastante confortável dentro da estação de Ski de Chapelco, em San Martin de los Andes.

Las Pendientes é uma aldeia de montanha localizada em uma paisagem de singular beleza, apropriado para realizar esportes, atividades invernais e veraneias. Alta Montaña S.A. logrou tornar esse sonho em uma realidade destinada a oferecer lotes de 2.500 a 10.000 m² de superfície em pleno Cerro para a realização de seu projeto de vida na montanha. LAS PENDIENTES conta com todos os serviços necessários, como gás, água corrente, rede elétrica, iluminação pública e rede telefônica interna e externa.

Os caminhos internos de Las Pendientes foram desenhados para chegar esquiando até a porta das cabanas. Desta maneira, cria-se um ambiente mágico e diferente, onde a principal forma de mover-se são os esquis, as motos de neve, os trenós, os pisa-neves para passageiros.

Urbanização

A aldeia foi desenvolvida sobre uma fração de 98 h, subdividida em parcelas sujeito ao regime de propriedade horizontal nos termos da lei 13512. Está composta por 182 unidades funcionais. As unidades estão dividas em setores segundo seu uso: Há um setor de casas uni familiares, outro de cabanas, outro de hosterías. Existe uma área comercial e uma área esportiva, e por último os espaços comuns. A superfície mínima das unidades é de 2500 metros quadrados, e uma superfície máxima de 10.000 metros quadrados. Até hoje em dia, as obras têm todas as avaliações correspondentes, o qual permite uma escrituração imediata.

Uma das principais condicionantes para o desenvolvimento da aldeia, quase o “leit motiv” do projeto, foi a preservação da ecologia.
Por isso, antes de começar as obras, uma equipe interdisciplinar de especialistas, fez um estudo do impacto ambiental. Como conseqüência das análises, os indicadores urbanísticos F.O.S. (8 %) e F.O.T. (16 %) para Las Pendientes foram estabelecidos prevendo uma muito baixa densidade de ocupação e do uso do solo, preservando o centenário bosque natural de Lengas.

Da mesma maneira, os códigos de edificação utilizados preservaram a arquitetura típica de aldeia ou de montanha, usando materiais do lugar, como por exemplo, madeira e pedra.

Las Pendientes – Cerro Chapelco
Manuel Jorge Resta (alquileres)
Alta Montanha S.A.
www.laspendientes.com
Fonte: Site Cerro Chapelco
Publicado: Tatiana Lopes
Fonte: www.inema.com.br

VILLA LA ANGOSTURA

Veja estas informações em espanhol sobre a Villa La Angostura, que fica localizada próxima a San Martín de Los Andes:

Villa La Angostura – Patagonia Argentina

En el sur de la provincia de Neuquén y recostada sobre la margen norte del lago Nahuel Huapi en plena cordillera patagónica existe una villa de montaña: Villa La Angostura. Fundada en 1932 y llamada así porque allí se afina al máximo la península de Quetrihué- la coronan en sucesión, tres cerros importantes: el Bayo -1.782 msnm-, el Inacayal -1.840 msnm- y el Belvedere, que alcanza los 2.000 msnm.
Estratégicamente hablando, la Villa tiene una ubicación perfecta para los cultores de la pesca, ski, náuticos, mountain bike y otros.

La pesca con mosca se torna sublime en la desembocadura del río Correntoso y los lagos Espejo, Nahuel Huapi y en el más exclusivo, el Brazo Machete, al que sólo se puede llegar en lancha. La navegación por el lago Nahuel Huapi, bordeando la península de Quetrihué, conduce al Bosque de Arrayanes, famoso por sus árboles color canela de unos 20 metros de altura.

El bosque es una de las curiosidades más valiosas. En este lugar, el arrayán – de corteza suave y color rojizo – forma núcleos puros y exclusivos. Los arrayanes constituyen una verdadera particularidad ecológica: son los dos únicos grupos puros de la región y fuera de ellos no hay otros iguales en el mundo.

No se pierda el sendero de 12 kilómetros que recorre longitudinalmente la península y su célebre bosque. Ubicada al sur de la Provincia de Neuquén, es uno de esos lugares ideales, en cualquiera de las cuatro estaciones.

Fonte: www.laangostura.com

PARQUE NACIONAL LANÍN – LAGO LÁCAR

Parque Nacional Lanín
Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

O Parque Nacional Lanín situa-se na província de Neuquén, na Argentina, sendo conhecido sobre tudo, pelo vulcão Lanín permanentemente nevado e pelas atividades de turismo de aventura que se podem praticar.

No parque encontram-se variados bosques frios da formação denominada de selva Valdiviana, sendo compostas principalmente por árvores de grande porte da família das coníferas e fagáceas, algumas das quais centenárias e presentes em poucos ou nenhuns outros locais do território argentino. Podem encontrar-se no parque árvores como Coihues, Lengas e Araucarias (ou pehuén) e o Austrocedrus (ou cipreste patagónico) entre outras. A fauna autóctone e alóctone é a mesma que se encontra no Parque Nacional Nahuel Huapi com o qual faz fronteira a sul.

Os Lagos Huechulafquen e Lácar são os mais visitados, existindo ainda o Paimún, o Curruhue e o Lolog. Nestes lagos e nos rios que os alimentam pesca-se salmão e truta, havendo criação destas espécies na zona, para evitar o despovoamento da fauna ictícola.
pt.wikipedia.org

ESCOLA DE ESQUI EM CHAPELCO

Confira essas informações sobre a escola de esqui em Chapelco:

A escola de esqui de Chapelco está ao nível das melhores escolas do mundo. Seu corpo de instrutores especializados com uma permanente capacitação.

Ensinam esqui: alpino, nórdico, esqui parabólico, esqui de aventura, parapente, monoesqui, snowboard e suas distintas modalidades e esqui fora de pista. As aulas podem ser coletivas ou individuais.

Também se conta com aulas especiais para deficientes físicos ou mentais. A escola de snowboard oferece também o mais alto nível em capacitação.

As crianças também aprendem a esquiar no Jardim de Neve (escolinha) e na Junior Academy. Esta disponível a creche para crianças de três meses a três anos.

Aulas particulares
Aulas pessoalizadas, o que permite um rápido progresso no Ski ou Snowboard para aqueles que querem melhorar a técnica e superar novos desafios ou para os que procuram entretenimento ou para novatos.

Escola de esqui e snowboard Club Lácar
O Club Lácar de San Martín de los Andes oferece aulas de esqui e snowboard para residentes da cidade e para os habitantes de Junín de los Andes.

Além disso, os turistas associados à associação de maneira temporária o como sócios não residentes poderão contratar os serviços da Escolinha Junior do Club, que inclui crianças de 6 até 15 anos.

Para mais informação, veja u sítio web do Club Lácar.
Fonte: www.interpatagonia.com

O que fazer

Passeio de 4 X 4

San Martin tem uma série de pequenas agências de turismo que oferecem programas de aventura. Alguns são passeios em jipes por estradinhas que atravessam os bosques da região, e tem tudo para encantar você, sua família e a torcida do flamengo.

ROTA DOS SETE LAGOS

É a estrada que leva de San Martin a Bariloche, passando pela parte de trás dos lagos. Não é a oficial de hoje, que é bem mais longa, mas com muito menos curvas. Bueno, esta é cheia de curvas, subidas e descidas – mas é absolutamente linda, só vendo para crer a quantidade de lugares incríveis.

ALGUNS PASSEIOS DE TRILHAS:

  • Trilha de interpretação de El bosque:É uma viagem de 45 minutos. Começa no Puerto Canoas oferecendo uma possibilidade de caminhada simples e curta.
  • Trilha de ascensão ao Cerro Chivo: São 3 horas de subida desde Bahía Cañicul, passando por um canaveral de colihue combinado com a floresta de Coihue.
  • Trilha para a Cascada el Saltillo:Leva 35 minutos partindo desde Piedra Mala. Seu trajeto apresenta um declive suave.
  • Trilha para a seccional Paimún: Sua duração é de 3 horas de ida e sai desde Piedra Mala. Ao lado da seccional existe camping livre.
  • Trilha ao Refugio Paimún (1.700 m):Requer 5 horas de ascensão desde o início. Registro obrigatório em seccional Puerto Canoas.

BICICLETA DE MONTANHA

A Cordilheira oferece várias opções para os amantes do mountain bike, que fazem da resistência toda uma obsessão, mas claro, essas mesmas alternativas podem ser projetadas para a alegria de uma caminhada. Tudo é possível entre florestas e montanhas. San Martín de Los Andes, no contexto do corredor de Lagos, oferece circuitos excepcionais. Muitos deles são tradicionais e outros esbanjam aventura. San Martín, desde o coração do Parque Nacional Lanin, oferece variedade de estradas ou trilhas, distâncias e encostas. Em estes passeios, pode-se desfrutar da variada flora da cordilheira, florestas fechadas e extensões de estepe. Rios, lagos de águas cristalinas, vistas de aves no meio de florestas nativas, tudo para você fechar uma tarde de inesquecível de pedalada… Enfim, muitas opções.

Fotos e outras infos.: http://www.sanmartindelosandes.travel

MERGULHO

O habitat submarino oferece tranqüilidade, diversão e um contexto propício para a aventura, caracterizado por uma bela flora e fauna acompanhadas por maravilhosos tesouros ocultos.

O mergulho é uma modalidade que cresceu muito durante os últimos anos, e hoje praticam até crianças de 8 anos. Atualmente, é um esporte seguro, e todo o equipamento moderno oferece a confiabilidade necessária para ser seguro.

Finalmente, a atividade que mais atrai os que querem obter profundidade é mergulho com equipamento, onde o equipamento determina a reserva de ar e, portanto, o tempo abaixo da água.

Fotos e outras infos.: http://www.sanmartindelosandes.travel

CAVALGADAS

Quem vem a este lugar com o propósito de se aproximar mais da natureza, para conhecê-la mais de perto, deve sem dúvidas realizar uma cavalgada pelas inúmeras trilhas que atravessam a circundam a localidade. Há muitas possibilidades e instalações dedicadas a este tipo de excursão, e em todas elas encontram-se também guias especializados, que oferecem um programa completo para toda a família, sejam iniciantes na atividade ou até mesmo experts. Este é o turismo de aventura: uma parte de adrenalina que muitos estão procurando. Circuitos que podem ter uma duração de duas ou três horas, ou ainda, para aqueles que são mais ousados, há uma cavalgada de dois dias, em lugares dos sonhos.

Fotos e outras infos.: http://www.sanmartindelosandes.travel

NAVEGAÇÃO A VELA

Proporciona experiências únicas em um lugar natural onde a beleza o convida a aventura. A quantidade de lagos e praias que rodeiam San Martín de los Andes, permitem uma infinidade de oportunidades para passar suas férias em família e com a natureza presente em cada momento.

Fotos e outras infos.: http://www.sanmartindelosandes.travel

TERMAS DE EPULAFQUEN (Verão, outono, inverno e primavera)

Um lugar privilegiado pela natureza.

Localização: As Termas de Lahuen-Co (águas milagrosas na língua Mapuche), são também conhecidas como Termas de Epulafquen, pelo lago localizado nas proximidades da área.
Se encontra a poucos kilometros do limite com a Rep. de Chile e el Paso Internacional Carrirriñe, seu principal acesso desde San Martín de los Andes e Junín de los Andes, pela rota provincial 62, transita por bosques milenários em estado puro, atravessa um rio de lava solidificada (El Escorial) e vários espelhos de água con praias de areia vulcânica.

Características: No coração do Parque Nacional Lanín, em uma área onde se concentram manifestações do fenomêno vulcânico, uma sucessão de poços termais em estado puro.

Serviços: O Spa Termal de Montanha, oferece um produto exclusivo, tanto por sua arquitetura, local e nível de serviço. A melhor infraestrutura de um Spa moderno, mas com águas termais em todos seus serviços. O hotel conta com 11 habitações quentes, que desfrutam de exuberantes paisagens ao Bosque nativo, montanhas e o valle termal.

ROTA DA ARTE – TOUR CULTURAL (Verão, outono, inverno e primavera)

A Rota da Arte reúne tanto a pintores, escultores como prateiros de San Martín de los Andes e arredores. Está marcada pelo pontos distintos onde se alojam os artistas que durante o intinerário abrem as portas de seu atelier para apresentar as criações. A Rota de Los Artesanos leva-nos a cada um dos lugares que se misturam entre lagos e montanhas, podendo participar do mesmo instante em que as peças são elaboradas. Artesanato em madeira, couro, cerámica e múltiplas técnicas convivem no tour. Também, como ponto culminante da Rota da Arte, o visitante pode dessfrutar de um almoço que convida a uma experiência gastronômica recorrendo a história da Arte.

VILLA QUILA QUINA (Verão, outono, inverno e primavera)

Visitam-se belas praias, com a posibilidade de realizar múltiplas atividades náuticas em um dos balneários mais espetaculares da região.
Apesar do passeio ser realizado durante todo o ano, durante o verão a modalidade é de “traslado”, o que significa que diariamente há frequências de lanchas que, partindo desde o píer localizado na área da costa, realizam a viagem até a Vila Quila Quina, mas sem os serviços de um guia de turismo e seu custo é de $35 pesos ida e volta.

O passeio dura aproximadamente meia hora, durante o qual pode-se desfrutar esplêndidas vistas das montanhas circundantes, tais como o Abanico, o Colorado e a Piedra de Trompul.

Depois de uns 20 minutos de viagem, sobre a costa Sul se apreciam as praias do balneário e camping de Catritre, junto a casas pertencentes a membros da la comunidade mapuche. Sobre a margem oposta pode-se observar o denominado “Paraje Trompul” também habitado por famílias de povos originários; sobre a costa se encontra uma bela praia com camping agreste na zona conhecida como “playa Blanca”, perto da “Islita”.

Um poco mais em frente, sobre a margem Sul do lago, se ergue imponente a montanha Abanico, uma espetacular parede de granito que deve seu nome as fendas verticaes que a caracterizam e aos pés do qual se registra a profundidade máxima do lago Lácar (277 metros).

Villa Quila Quina

Em poucos minutos chega-se a Villa Quila Quina. A natural geografía do lugar, no qual se conjugam o lago, a montanha e o bosque, com um microclima com temperaturas que no verão alcançam os 30º C., resultando ideal para o desenvolvimento de atividades ao ar livre: caminhadas, visita as pinturas rupestres, cavalgadas, passeios em bicicletas, pesca, náutica e excursões em veículos 4X4.

Sugerimos realizar a caminhada até a cascata do Arroyo Grande, localizada a uns 700 metros do píer. Deve-se pagar um acesso já que se encontra dentro das terras da comunidade mapuche; um guia local acompanha-rá até o salto da água, na verdade uma sucessão de quedas de grande beleza, característicos do arroio de montanha que os origina.

Na Vila encontra-rá cafetería, um restaurante no camping organizado, um camping agreste e lojas de artesanatos de povoadores locais nos quais poderá adquirir desde trabalhos em madeira até doces e tecidos.

GOLFE (Verão, outono e primavera)

A Patagônia oferece campos de golfe para todos os níveis. Greens e fairways entre montanhas e lagos farão difícil a escolha ao jogador de golfe. Também há campos de grandes exigências nas que se realizam torneios nacionais e internacionais de relevância, como no de Chapelco Golf & Resort, primeira cancha de golfe desenhada por Jack Nicklaus y Jack Nicklaus II na América do Sul, inclui entre os serviços um hotel 5 estrelas de nível internacional com um Club House de pesca sobre o río Quilquihue en San Martín de los Andes, Argentina.

CITY TOUR ÁREAS CENTRO E VEGAS – RED BUS (Verão, outono, inverno e primavera)

As saídas, diárias na alta temporada, tem lugar na Praça Principal, pleno Centro Cívico da cidade, próximo a parada de táxis, localizado na Rua San Martín. Com 25 km de percurso, que leva em média uma hora e meia de viagem, consiste em um serviço de excursão guiada a bordo do “Red Bus”, redesenhado exclusivamente para a atividade.

É um veículo de origem inglesa, ROUTEMASTER, modelo Powered Leyland 0600, com sua característica de dois andares. Este carro, constitui peça real da coleção, sendo um membro do Clube Clássico de Automóveis de Paris (França). Em nosso país, existem apenas uma venda de automóveis com estas características, e este, antes de vir para nosso local, se encontrava no Museu de Automóveis da Cidade de Buenos Aires.

A montanha

Estação de Chapelco

Temperatura Média em Chapelco

Pistas

Meios de Elevação

Teleférico “cadeirinha”: 5
Teleférico de superfície (famoso “puxa-saco”): 2
Gondola: 1
Magic Carpet: 2
Soga lift (“mini-puxa-saco”): 2
Total de teleféricos: 12

Condições da Neve

View detailed snow forecast for Chapelco at: snow-forecast.com

Mapa das Pistas

Clique aqui para ver o mapa inteiro

Restaurantes

Chapelco recebe turistas de todo o mundo, há muitos anos … e em função desta presença constante ( sim, a região oferece atrações bacanas durante os 12 meses do ano ) de clientes interessados em comer bem, desenvolveu muito a sua Gastronomia , com dezenas de restaurantes de todo o tipo: você poderá escolher por tipo de cozinha, pelo preço ou pela proximidade de seu hotel!
Selecionamos alguns destes muitos, para ajudar nesta escolha, confira a seguir :

BAMBOO

A Bamboo é uma tradição entre os diversos restaurantes especializados em carne que você encontra em Chapelco … com a Parrilla no meio do salão, você come vendo os assadores prepararem maravilhas sem parar.
Villegas 916

EL REGIONAL

Este é um dos “ imperdíveis “ … comida excelente, seja lá o que for – carnes, peixes ou massas, você irá comer muito bem, com ótimo serviço e preços adequados. Ótima carta de vinhos.
San Martin esq Mascardi.

EL MESÓN

O lugar é charmoso e aconchegante, e você poderá escolher as especialidades da casa : o cordeiro ou a truta, em diversas receitas supimpas.
Rivadavia 885

LA BARRA

A localização é perfeita – bem na frente do Lago Lácar, o ambiente é acolhedor, e a pedida é a comida regional, com destaque para as carnes de Javali e Cervo em muitas receitas, a truta, e … a tradicional parrilla argentina.
Alte. Brown y Costanera

LA COSTA DEL PUEBLO

Pertinho do “ La Barra “ , na frente do lago, o “ La Costa “ também oferece a comida regional , com ótimo serviço e ambiente aconchegante.
Av Costanera y Obeid

PATAGONIA PISCIS

Neste restaurante local, come-se muito bem. Excelentes peixes da região como a truta, assado criollo e massas caseiras. Dica do Point: pedir de entrada uma sopa de calabreza, e desfrutar um ótimo jantar de sua preferência.
Villegas 598. Tel: 42-3247

LA TASCA

Restaurante requintado, o La Tasca é uma excelente opção para quem quer comer carnes nobres de caça, como cervo e javali, e peixes da região, como a truta.
Mariano Moreno 866. Tel: 42-8663 / 7314

LA CHACHA

Excelente opção para quem quer comer os famosos assados de carne da Patagonia. Dica do point: “Asado de Tira”. Uma maneira sensacional e suculenta de comer uma carninha!
Avda. San Martín y Rivadavia. Tel: 42-2564

MENDIETA

Que lo parió! Mendieta é o nome de um cachorro de um desenho de gibi argentino e também um lugar bem legal pra você bater um rango numa boa! A parrilla da Mendieta é uma das melhores da Patagônia, o restaurante também oferece uma excelente carta de vinhos.
Av. San Martin de Los Andes, 713. San Martin de Los Andes

KU – Parrilla de Montanã

Com mais de 15 anos em San Martin de Los Andes, esse simpático e aconchegante restaurante lhe espera para uma deliciosa parrilla. É aconselhável que não se diga seu nome sem haver um contexto que o justifique… Mas certamente após provar seus deliciosos pratos, você vai recomendá-lo a seus amigos!
Av. San Martín, 1053. Tel: (02972) 427-039

LA RESERVA

Ahhhh, o friozinho… Ahhhh, um restaurante aconchegante e um bom vinho… É o que o La Reserva tem pra oferecer a seus clientes. Pratos originais e locais com massas servidos com um vinho selecionado das melhores vinícolas argentinas. Apareça e transforme sua janta em algo a mais.
Belgrano 940. Tel: (02972) 428734

ABUELA GOYE

Então, meus amigos…imaginem um lugar especializado em………….. chocolates!
É o Abuela Goya, onde chocolates artesanais e caseiros mandam no ambiente! Chocolate branco, preto, com castanhas, com nozes, com frutas cristalizadas, bombons, tortas, bolos, barras de chocolate de todos os tamanhos, enfim, um lugar onde Willy Wonka sentiria-se em casa!
Dica do Point: Sorvete de Chocolate “Abuela Goye”.
San Martin 807. San Martin de Los Andes. Cabaña base del Cerro Chapelco

PEPPERONI

Excelente fast food argentino, bons panchos, cheeseburgers e milaneza com papa frita!
San Martin 820

LA PIAMONTESA

Sanduicheria das mais dez! Tá ligado no Sanduíches Primavera? Pois é no estilo! Também tem tortas, massas, tortas de frutas finas tem delivery no tel:429889 Um lugar de tirar o chapelco!
Onde? Gral. Villegas 480 – San Martin de los Andes

LA CASITA DEL BOSQUE

 

Imagine fazer uma refeição em plena montanha, coberta de neve?! Além disso para chegar ao restaurante você tem que pegar carona com os snowmobiles (motos de neve), para quem gosta de aventura, essa com certeza vai ser show! Serve produtos naturais patagônicos: carnes selvagens, cordeiro, trutas, cogumelos, legumes e hortaliças.
Onde? Cerro Chapelco, 72/42-7915.

TRATORIA MI VIEJO PEPE

O restaurante serve comida internacional.
Onde? Calle Villegas, 725, 72/42-8684. Horário: 9h/13h e 17h/21h

CHINCHILO

Servem pizzas e massas!
Onde? Calle Calderón, 391, 72/42-9033

LA NONNA

É uma boa opção na hora de comer. Um lugar ótimo, ideal para compartilhar com amigos e familiares uma exuberante variedade de Pizzas, Calzones e Empanadas. Tudo para repor as energias logo depois de um dia de Esqui e aventuras.
Onde? Capitán Drury 857 (8370) – San Martín de los Andes – Neuquén – Tel: (02972) 422-223

PARRILLA ASSADOR LA PORFIADA

A especialidade da casa é o Cordeiro Patagônico, criado nos campos da província.
Também, como especiarias de acompanhamento, tem chivitos, bandejitas de achuras, entrañitas, e todos os cortes de carne que o “assado” argentino contém.
Para os mais gulosos, tem “Flan” e Pudim de pão caseiro, infaltáveis panquecas de doce de leite e cremes gelados com frutas vermelhas.
Onde? Elordi 769 Tel: 42-9301 Cel: (02944) 15-412827 – (8370) San Martín de los Andes

DOÑA QUELA

Onde? Na velha cozinha a Lenha, saborosas carnes de cervo ou javali, pães, massas e outros pratos tradicionais da cozinha Argentina.

Baladas

Como bem sabemos … a galera das neves costuma gastar todas as suas energias durante o dia, aproveitando todas as horas nas pistas e trilhas da montanha – e as noites ficam reservadas ao merecido descanso.
Mas San Martin de los Andes oferece lugares bem bacanas para beber, ouvir música, conhecer gente e, se sobrar forças no corpinho, até para dançar !

Veja nossa lista de sugestões, e … tin-tin !

DUBLIN

O Dublin é um dos mais tradicionais ( o mais ? ) Pubs de San Martin de los Andes , reunindo gente divertida para o happy-hour com seus tragos, petiscos e música legal.
San Martín esquina com Mariano Moreno

CLOVER

A pedida aqui é a cerveja artesanal da casa, para comer com choripans e mostardas especiais … clima descontraído e serviço simpático.
Mariano Moreno . 700

DOWNTOWN MATHIAS

Lugar divertido, com tragos & petiscos, que costuma reunir a galera jovem de Chapelco com musica com DJ e bandas de rock, garantia de muita festa.
San Martín, 500
E aqui duas pedidas bacanas para quem alugou um carro ou topa pegar um táxi para se divertir um montão: ambas estão fora do centro, mas valem a pena!

BREEWAY

Para quem gosta de cerveja, é supimpa! São 5 km a partir do centro e é super-frequentada pelos locais.
Ruta 40 – km 5/norte

WINE BAR

Um lugar aconchegante, com uma vista lindíssima e com ótima comida, cervejas artesanais, e uma carta de vinhos soberba. Sim, vale a pena ir!
Ruta 40 – km 5/sul

– Curta muito a balada de Chapelco; conheça gente do lugar, faça amigos na frente de uma cerveja artesanal – enfim, prepare a sua volta … pois você vai querer voltar a San Martin de los Andes, que nem todo mundo.
– E não se esqueça, amante da noite: amanhã tem montanha, e suas exigências!