Guia para esquiar em Whistler

6 de agosto de 2018
Guia para esquiar em Whistler

Informações gerais de Whistler

UM LUGAR PARA SONHAR

Whistler …
Vamos tentar descrever a cidade:
– um vilarejo de montanha, com aquela exata arquitetura que você espera encontrar neste tipo de lugar, fazendo com que o conjunto seja absolutamente lindo – parece cartão de natal!
– a 130 km de distância de Vancouver – uma capital sempre classificada entre as “3 melhores cidades para se viver no planeta”, confira na web.

– a estrada de 130 km que liga Vancouver e Whistler – conhecida como “Sea to Sky Highway” é um conjunto de engenharia e belezas naturais difícil de encontrar em qualquer lugar … aliás, esta estrada costuma ser sempre parte da lista das “10 estradas mais lindas do mundo”, confira na Web .

– Uma das maiores áreas esquiáveis entre todas as estações do ski do mundo; um montão de meios de elevação modernos, rápidos e confortáveis e todo o tipo de facilidades na montanha:
– confeitarias charmosas, quentinhas e cheias de comidinhas gostosas;
– guias e patrulheiros onipresentes;
– programas de treinamento, heliski & atividades radicais e todo o tipo (mesmo) de atividade de montanha;
– lencinhos em lugares estratégicos, mapas, banheiros impecáveis e gentilezas e sorrisos por todos os lados …

– Todo o tipo de facilidade na compra ou locação de roupas e equipamentos para ski & snowboard & climbing – sim, em Whistler você poderá alugar o melhor equipamento disponível no Mundo da Neve!
– Uma das Neves mais famosas do mundo, a “ Champagne Dry Powder”, em função de diversos fatores geográficos e climáticos.
… acredite: tirando os excessos de marketing, a neve de lá é espantosamente boa para skiers & snowboarders: um fora de pista de filme!
Convenhamos …isso tudo parece algo supimpa, não?

Resumindo:
Whistler é a principal estação de ski do Canadá, sempre classificada como uma das dez melhores do planeta, e, várias vezes, como “a melhor da América do Norte” – leia-se aqui todos os centros de ski dos Usa & Canadá.
Tem uma enorme área esquiável, hotéis para todos os gostos & bolsos, culinária famosa, comércio bacana.
É fácil (e lindamente) de ser acessada; e a cidade-base é imperdível (Vancouver).
E o preço disso tudo … é 100% compatível com qualquer centro de ski do mundo.
Sim … por essas & outras, todo skier & snowboarder deve programar uma skiweek em Whistler, há todos os motivos para isso!

# COMO CHEGAR
A cidade fica a apenas 130km de Vancouver, que é a principal cidade da costa oeste do Canadá está localizada as margens do Oceano Pacífico e que oferece a todos seus visitantes uma ampla opção de atrações.
O acesso a Whistler é feito através de uma estrada chamada “Sea to Sky Highway”, o que já diz tudo – vai sobre o mar, túneis e pontes, passando de um ambiente de oceano para um clima de montanha e pinheiros em poucos quilômetros – algo realmente deslumbrante.
Confira a localização de Whistler no mapa:
# FALANDO MAIS DE WHISTLER …
# WHISTLER HÁ 6 ANOS …
Veja este nosso texto sobre Whistler, pedido por uma revista há muitíssimos anos – e, para a alegria geral, de lá para cá a coisa só fez melhorar:
“ Whistler não é apenas o principal resort de esqui da América do Norte – mas sim um centro cultural para os amantes dos esportes praticados nas montanhas.
É muito famosa por ter uma das melhores estações de ski do mundo, e por isso mesmo foi uma das sedes das olimpíadas e paraolimpíadas de inverno em 2010, palco das principais disputas de ski e snowboard dos jogos.
Sempre proporcionando experiências incríveis, o resort atrai pessoas do mundo todo , que o visitam várias vezes seguidas.”

# A MAIOR ÁREA ESQUIÁVEL DA AMÉRICA DO NORTE
A cidade possui duas montanhas preparadas com estações de ski: Whistler (que dá nome à cidade); e Blackcomb , que é a principal atração turística do vilarejo, com o título de “ a estação de ski mais alta da América do Norte”;
Juntas, elas somam 8.171 acres de terreno; 16 pistas radicais ; três geleiras esquiáveis; mais de 200 pistas demarcadas; e … 1,6 km de descida vertical.

As duas montanhas são ligadas pelo famoso teleférico PEAK 2 PEAK detentor de recordes mundiais …pelo vão mais longo sem suporte (3,024 quilômetros); como teleférico mais alto da espécie (436 metros acima da superfície do vale); e integra o sistema de teleférico contínuo mais longo do mundo (Gôndola Whistler Village, Gôndola PEAK 2 PEAK, Solar Coaster Express, e Wizard Express), em uma distância total em um sentido de 4,4 quilômetros pelo vale Fitz Simmons:
– essa maravilha da engenharia leva aproximadamente 11 minutos para realizar todo o percurso, e conta com 28 cabines, sendo duas com piso de vidro, que transportam até 28 pessoas cada, com uma capacidade de 2.050 pessoas/hora em cada direção.

Ambas montanhas oferecem a comodidade de confeitarias bem localizadas e equipadas, com ótimo atendimento ; a Escola de ski & snowboard é respeitada em todo o mundo por sua equipe de instrutores e pela pedagogia de ensino dos esportes ; e esquiadores & snowboarders contam com várias opções de locação de equipamento e roupas, de ótima qualidade e preços compatíveis com os do mercado.
Veja detalhes das montanhas & skilifts nos DADOS TÉCNICOS

# WHISTLER VILLAGE: que lugar bacana …
A Whistler Village é o coração vibrante e repleto de energia do resort.
Passeie pelas calçadas de paralelepípedos exclusivas para pedestres, e você descobrirá que esta não é apenas mais uma cidade de esqui: de um lado, uma pitoresca vila montanhosa, e de outro, a meca cultural internacional dos esportes de neve.
Na baixa temporada a cidade conta com cerca de 10 mil habitantes; porém, na alta temporada essa número aumenta muito devido a grande quantidade de jovens que vão para lá preencher as vagas de trabalho.
Cerca de 2 milhões de turistas visitam a cidade todos os anos.

# COMPRAR ATÉ NÃO QUERER MAIS
Caminhar pelas ruas de Whistler, olhando as vitrines das muitas boutiques, galerias de arte, lojas de decoração … das pâtisseries e bistrôs … é uma alegria para os olhos – e uma tentação para o bolso.
Sim, você encontra por lá roupas incríveis, de griffes de todo o mundo ; cruza por mil coisas que ficariam lindas em sua casa, é atropelado por balcões cheios de doces maravilhosos e salvo das calorias por uma loja espetacular com todo o tipo de equipamento de neve que se possa sonhar .
É uma delícia fazer compras em Whistler.
Avise seu gerente de conta antes de sair do Brasil …

# DIVERSÃO EM FAMÍLIA
A cidade é preparada para atender às famílias de todas as formas : programas de ensino especializados na Whistler Kids Snow School; áreas especialmente elaboradas para as famílias – há até um forte de madeira encantador e um castelo mágico … que garantem uma experiência familiar bem bacana e divertida !
Quando o dia de aventuras nas montanhas termina, a cidade está repleta de atividades noturnas para todas as idades.
Importante & Útil: procure o símbolo “Family Certified” no resort, o qual indica que você está em uma área voltada para a família.

# DEPOIS DO SKI, A VIDA NOTURNA
Acredite em tudo que você ouviu sobre as atividades após o esqui em Whistler — com certeza, um dos melhores aprés-ski do mundo .
Aliás, praticamente todas as publicações sobre ski e snowboard do planeta concordam com isso: nas revistas, você sempre irá encontrar as melhores referencias sobre a divertida noite do vilarejo .
Confira o Garibaldi Lift Co. (ou “GLC” para os locais), o Dusty’s Bar & BBQ, ou a Kokanee Kabin no Merlin’s e desfrute da música ao vivo e muita diversão, famosa por esticar noite adentro!

Para aqueles que buscam tranquilidade no final do dia, há muito o que fazer : o Village 8 Cinemas oferece entretenimento no telão (e um fliperama incrível para você se divertir) ; ou você ainda pode queimar a energia de sobra no ringue de patinação externo, ou no Coca-Cola Tube Park.
Ou confira o Fire & Ice Show, todos os domingos à noite – um evento que apresenta malabares de fogo, dançarinos e profissionais do esqui e do snowboard , que saltam através de um anel de fogo.

# RESTAURANTES
Deleites do sabor!
A culinária de Whistler evoluiu a ponto de fazer inveja às grandes cidades vizinhas …
Em busca de uma refeição rápida e saborosa?
Pois as opções em Whistler atendem a todos os apetites: saboreie um hambúrguer no Splitz Grill; ou um poutine (um prato típico canadense preparado com batatas fritas, molho e tiras de queijo derretido) no Zog’s Dogs.
Ou … entregue-se ao luxo, e escolha entre uma variedade de estabelecimentos requintados – o restaurante Araxi tem sido nomeado o melhor restaurante de Whistler por mais de uma década, enquanto que o Bearfoot Bistrô destaca-se pela adega de vinhos aclamada internacionalmente.
Os moradores locais adoram o Rimrock Café por seu menu, que oferece frutos do mar e carnes de caça – você certamente também vai adorar.
Enfim, se estiver fazendo as malas para uma skiweek em Whistler/Blackcomb, não se esqueça de levar seu apetite!

# WHISTLER NA MIDIA
Whistler é a pérola do ski & snowboard canadense, e por isso está frequentemente na mídia, em reportagens de revistas de turismo, sites de viagem, e nas revistas especializadas de esportes de neve, que sempre colocam Whistler como uma das estações TOP 10 nas listas dos melhores centros de ski da América do Norte.
A seguir, veja esta reportagem da “ Viagem Aqui “ sobre Whistler, que traz uma descrição mais que interessante & apurada deste lugar tão especial:
36 Horas em Whistler …
“ Veja com quantas delícias se faz um dia e meio de prazer e aventura no mais famoso centro de esqui do Canadá.
Myrtle e Alex Philip acharam seu pote de ouro quando vieram de Maine, nos Estados Unidos, e construíram o Rainbow Lodge nas margens de Alta Lake, em 1914. Havia pouquíssimos moradores naquela pequena vila de pescadores, 120 quilômetros ao norte de Vancouver, no estado canadense de British Columbia. E, intrigados com os silvos agudos de uma respeitável marmota que cortava as águas do lago, os locais apelidaram aquela área de Whistler (assobiador). Anos depois, os Jogos Olímpicos de Inverno de 1960 de Squaw Valley, na Califórnia, inspiraram um grupo de empresários de Vancouver a erguer um resort de neve em Whistler, a 675 metros de altitude, para que o lugar pudesse concorrer a sede da competição. A London Mountain, assim nomeada pela Marinha britânica em 1860, foi então rebatizada. Passou a se chamar Whistler Mountain e, em 1966, abriu suas ladeiras para a prática dos esportes de neve. Em 1978, a vila começou a ser erguida e, então, uma área que era usada como depósito de lixo foi transformada em uma bela cidadezinha de estilo europeu. Hoje Whistler abriga 115 lugares de hospedagem – de chalés a hotéis de luxo -, cerca de 100 bares e restaurantes e 200 lojas. Tem 8 171 acres de terreno esquiável, 200 pistas de descida, além de um índice de precipitação de neve de 9,14 metros por ano.
E aquele sonho olímpico? Ele se tornará realidade em fevereiro de 2010, quando provas de esqui, snowboard e sledding (trenó) tomarão conta de Whistler e suas cercanias. “Tudo ali é perfeito: clima, neve, pistas, infra-estrutura”, diz Gustavo Veiga, tetracampeão brasileiro de snowboard.
Mas não é preciso ser um expert como ele para atestar tudo isso : para quem quiser visitar a mais famosa estação de neve do Canadá antes que comece a corrida pelo ouro, aqui está um roteiro perfeito para ser percorrido em 36 horas :
SEXTA-FEIRA
20:00 – Après, antes de tudo
Deixe o frio do lado de fora para curtir o calorzinho bom do Après (103-4338, Main Street, 935-0200), um pequeno wine bar e restaurante mais ao estilo das praias do sul que ao da costa noroeste, mais próxima a Whistler. Eric Vernice, o chef executivo, serve ali pratos com ênfase em ingredientes locais e vinhos da região. Que tal uma sopa de mexilhão bem cremosa acompanhada de crocantes bolinhos de bacalhau regados a azeite de salsa, entre goles de champanhe Domaine Ste. Michelle?
22:00 – Relax com cervejinha
Ande à toa pela vila e depois relaxe em frente à lareira do Whistler BrewHouse (4355, Blackcomb Way, 905-2739). Com pé-direito alto, o rústico chalé feito de madeira e pedra é um típico exemplo da arquitetura da região. “Beba cerveja fresca”, diz o slogan. A seleção fermentada no local é eclética. A cerveja especial da estação, clara e amarga, é feita de bordo (maple) e cânhamo. Entre as outras opções, a India e a Hefeweizen, feita de trigo. A entrada de crianças aqui e em qualquer outro estabelecimento de Whistler é permitida só até o cair da noite.
SÁBADO
08:00 – Bacon e energia
Perto do Telus Whistler Conference Center, fica o Gone Bakery & Soup Company (4205, Village Square, 938-1957). É o lugar aonde os whistlerites vão para saborear guloseimas recém-saídas do forno ou refeições substanciosas. O Canadian Bacon, ovos mexidos no estilo mexicano com torradas de trigo, garante combustível suficiente para um dia de esportes.
09:00 – Direto para as pistas
A vila é pequena e não é preciso alugar carro: onde quer que você esteja, estará próximo a uma pista. A Blackcomb Mountain (4545, Blackcomb Way,
932-3434, www.whistlerblackcomb.com) é a mais nova das duas áreas para esqui e snowboard do vale. Aberta em 1980, tem apenas 102 metros de altura a mais que a sua vizinha Whistler Mountain (2 182 metros). Mas a pequena diferença é suficiente para fazê-la dona da mais longa descida esquiável do continente, com 1 609 metros. Alugue o equipamento no hotel Fairmont Château Whistler (4599, Château Boulevard, 938-8000), logo na base da montanha, e depois siga para as pistas pelos teleféricos Solar Coaster Express e Seventh Heaven Express. No pico sombreado, há uma variedade grande de circuitos de nível intermediário. A Expressway e a Easy Out são tranqüilas, para relaxar. Recapitule suas técnicas ali, num tour pela montanha na companhia de instrutores.
12:00 – Almoço nas alturas
Tomar um suco gelado de cramberry, fruta escarlate típica da região, com sopa de vegetais quentíssima nunca foi tão gostoso como no Rendezvous (800-766-0449), o amplo deli-café de um lodge instalado na Blackcomb, 1.860 metros acima do nível do mar. Se você preferir algo mais requintado, vá ao Christine’s (938-7437). Fica na convergência do Jersey Cream Express com o teleférico Catskinner, no alto dos 2 282 metros do imponente pico da Blackcomb Mountain.
13:00 – De olho na Olimpíada
O Vancouver 2010 Whistler Information Center (932-2010) fica num trailer todo moderno e reformado, digno de uma medalha. Está perto da Brew House e a entrada é franca. Funciona das 11h às 17h, diariamente, para mostrar o que vai acontecer em 2010, quando o Winter Games and Paralympics chegarem. Desde que abriu, em janeiro de 2002, mais de 150 mil pessoas passaram por aqui para posar no pódio, sentar num trenó de corrida ou aprender como se lança o disco de borracha vulcanizada usado no hóquei sobre o gelo.
15:00 – Pura adrenalina
Você já quis saber o que é estar no topo de uma árvore que mede o equivalente a um prédio de 15 andares? Descubra no TreeTrek Ecotour (935-0001,), que fica num pedacinho de floresta perto de Fitzsimmons Creek, entre Whistler e Blackcomb Mountain. Os proprietários de Whistler’s Ziptrek vêm abrindo trilhas para arvorismo sobre e ao redor de pinheiros centenários. Os mais ávidos por emoção podem se aventurar sobre as árvores numa espécie de bungee jumping horizontal.
O repouso perfeito
A massagem intensiva Rapid Rub, com meia hora de duração, no Sacha Spa (4-4308, Main Street), dentro do Delta Whistler Village Suites (966-0888), é perfeita para desacelerar o corpo após um dia de esportes no gelo. Chegue cedo e tome uma xícara de chá próximo a uma relaxante cachoeira. Escolha um entre os quartos temáticos que levam sua mente para China, Tailândia, Marrocos, Japão ou Itália enquanto seu corpo descansa.
20:00 – Frutos do mar nas montanhas
Siga para o bar e bistrô Whistler’s Fifty Two 80, no Four Seasons Resort Whistler (4591, Blackcomb Way, 935-3400), para bebericar o martini Mountain Passion, de vodca, purê de maracujá, suco de limão e gengibre fresco, e divida uma porção completa de frutos do mar com os amigos ou a família. É um balde repleto de comida do mar fresquinha, pescada no mesmo dia, vinda das docas de Vancouver. O sanduíche Firecracker Roll tem sabor explosivo.
22:00 – Verde no branco
As pistas podem ser brancas, mas o Dubh Linn Gate Old Irish Pub & Restaurant, no hotel Pan Pacific Whistler Mountainside (4320, Sundial Crescent, 905-4047), é o lugar para vestir verde, dançar o reel e degustar um copo da cerveja irlandesa Guiness. Toda noite rola a boa música tradicional.
DOMINGO
09:00 – De raquete nos pés
As trilhas do Lost Lake Park, surpreendentemente perto da vila, são bem demarcadas. Você não se perderá se resolver fazer snowshoeing (caminhada com raquetes sob os pés) ou esqui cross-country (o esquiador percorre pistas de trechos planos, subidas e descidas). A Cross Country Connection (905-0071), ao lado da bilheteria, aluga os snowshoes para adultos.
Por: Bob Mackin e Flávia Soares, matéria publicada em Viagem e Turismo
Fonte: viajeaqui.abril.com.br

# LINKS INTERESSANTES

Dicas úteis

Bueno, esse é o capítulo em que a galera do Point tenta dar algumas dicas interessantes para seus clientes queridos .
… alguma coisa que, modestamente, possa em algum momento fazer diferença na skiweek de alguém – quem sabe, ajudar e inspirar!
Vamos lá … going Whistler

A MALA

Fazer a mala é sempre uma dificuldade, para todo mundo – fique tranquilo/a.
Lembre-se de algumas coisas fundamentais:
– Whistler é um lugar de temperaturas extremas: do lado de fora serão muitos graus abaixo de 0ºC, e do lado de dentro de qualquer lugar será quente pacas.
= não leve “roupinhas médias”, é puro peso morto.
– não esqueça de seus remédios (sim, comprar remédios no exterior é uma naba); do carregador do celular; das coisas do banheiro (sim, aquele montão de badulaques );
– e, pelo amor de Deus, lembre de seus documentos: o passaporte, a documentação de viagem (passagens, vouchers & comprovantes, etc … ); seus cartões de crédito; o celular …
= faça um completo check-list antes de sair para o aeroporto!

AS ROUPAS DE MONTANHA

É importante comentar: nas estações de ski do hemisfério norte, as temperaturas médias são bem inferiores às estações de Argentina & Chile …
Isso significa que, para praticar ski & snowboard com comodidade e segurança, você deverá utilizar roupas e acessórios compatíveis com as condições que irá encontrar na montanha.
… antes de subir para as pistas, tenha certeza de que suas roupas, luvas, gorros, máscara, googles são adequadas – não vire um picolé!

SEA TO SKY HIGHWAY

OK, você chegou em Vancouver …
Quando a gente entra num transfer, depois de viajar por horas e horas e horas dentro de um avião (…) nem dá muito prá olhar em volta, né?
Pois na estrada entre Vancouver e Whistler não dá para fazer outra coisa senão olhar, muito!
– São 130 km de beleza pura, não feche os olhos!!!

ALUGANDO EQUIPAMENTO

A grande atração da região é a dupla ski & snowboard …
Assim, você bem pode imaginar a quantidade de lojas que se dedicam a venda ou ao aluguel de produtos para a neve na região, né?
Há de tudo, para todos os tipos de gostos e bolsos – e é sempre interessante verificar, antes de alugar equipamento, a possibilidade de adquirir “usados em ótimo estado” por um custo quase igual ao do aluguel.
Importante: dedique um bom tempo, logo na chegada, para organizar toda esta parte de roupas & acessórios adequados + equipamento ajustado!

CONCIÉRGES & LOCAIS

Esta é uma dica que sempre comentamos com nossos clientes…
– a melhor fonte de informações para os viajantes sempre foi e sempre será um bom bate-papo com os conciérges do hotel e com a população local.
Use & abuse dessa tática, que sempre dá certo: você saberá o que está rolando de bacana na cidade; dicas de pistas imperdíveis, points que nenhum turista conhece… enfim, ganhará barbadas legais de todo o tipo, com direito a risadas e prováveis novos amigos.
É o Mundo da Neve!

ONDE JANTAR?

Isso pode ser muito legal, avalie:
– Whistler oferece aos seus visitantes, diariamente,um “tasting tour” pelos principais restaurantes da cidade…
– assim, você poderá experimentar os principais pratos e vinhos da região, e escolher os melhores para a sua skiweek…
– ah! e você já pode sair com a sua degustação comprada, ou apenas reservada desde aqui do Brasil pelo seguinte site: http://www.whistlertastingtours.com/

LINK LEGAL

Anote aí: Whistler Travel Guide and Tourist Information British Columbia/Canada
O site oferece a você algo em torno de 35 atrações diferentes da região – sim, além do ski e do snowboard existem em Whistler muitas outras opções de passeios, desde asa delta até canoagem, passando por tours em museus, cursos de culinária francesa… são muitas opções para curtir e aproveitar.
Mesmo!

CAFÉ DA MANHÃ

… Mmmm, você está hospedado num belo apê de um lindo condomínio … mas não comprou as coisas no super, e está louco por um café da manhã saboroso?
Abaixo seguem três sugestões deliciosas:

Crystal Hut ……………… 4545 Blackcomb Way
Lift Coffee Company …… 4293 Mountain Sq
Crepe Montagne ……….. 4368 Main Street

CONHECENDO A ÁREA

Mapas.
A gente tem preguiça … compra mas não olha – e depois se arrepende… tem que olhar!
A área esquiável de Whistler e de Blackomb – são duas montanhas com centenas de pistas de todos os tipos, super-bem preparadas e sinalizadas, com confeitarias e atrações por tudo – é enorme … e também há toda a parte de atrações da cidade, com seu comércio chique e dezenas de restaurantes, bares, pubs e galerias de arte.

O SHUTTLE

A área de Whistler & Blackcomb é muito grande … e muito linda, com vistas incríveis.
E você dispõe do shuttle – o ônibus circular grátis – que o leva por toda a área, batendo papo com esquiadores e snowboarders da região, free!
Tem que usar, vai lá!

SEGURANÇA

Sempre é bom lembrar:
# Confira suas fixações (regulagens e estado) antes de subir
… a perfeita regulagem das fixações para seu peso & nível de ski&snowboard é algo fundamental para a sua segurança, não deixe de fazê-lo a cada dia – leva 10 segundos.
# Faça o devido alongamento antes de entrar em pista.
… ski & snowboard podem oferecer momentos em que seu corpo seja exigido muito além do habitual: você tem que estar preparado para isso.
# Não pare NUNCA no meio da pista
… assim como você não costuma parar bem no meio de uma estrada, né?
# Pare sempre podendo olhar para cima (é de lá que vem o perigo ) – se parar porque se machucou, ou para socorrer alguém, finque os skis (cruzados) ou o snowboard (de pé) na neve para sinalizar a situação.
… regras simples, que fazem toda a diferença.
# Mais cuidado no início do dia (gelo nas pistas & corpo frio) e no fim do dia (neve pesada & corpo cansado)
…essas duas situações são constantes – e representam a maior parte dos acidentes de ski & snowboard em qualquer pista do planeta.
# Nunca esqueça: na montanha, quem está mais abaixo tem SEMPRE a preferência
… parece óbvio, mas …
# Não faça fora-de-pista sozinho, nem sem conhecer o terreno que vai descer
… idem-idem, mas …

AS DICAS DO POINT

Os muitos anos de viagens e centros de ski deram origem a uma série de ensinamentos, que com o tempo foram recebendo o aporte de dicas de clientes e das leituras de sites &e revistas…
Surgiu daí um modesto “Resumo de Dicas para Skiers & Snowboarders” – que temos a mais absoluta certeza de que poderá ajudar e inspirar a qualquer um que esteja saindo para uma skiweek em qualquer lugar deste mundão – e que, francamente, também servem para qualquer tipo de viajante!
Enjoy!

# AS 5+ DO VIAJANTE

1. Seja organizado antes, durante, e depois da viagem. A maior parte dos problemas que ocorrem tem origem na mais prosaica falta de organização – e este conselho engloba todo o tipo de coisas como documentos, passagens, cartões, vouchers, mapas, listas, remédios e dinheiros…
2. Saiba detalhes básicos para os lugares para onde está indo e das atrações que pretende curtir.
3. Saiba um vocabulário mínimo de coisas importantes nas línguas dos lugares que irá visitar.
4. Conheça seu itinerário e conte sempre com imprevistos na determinação de horários para coisas diversas.
5. Seja respeitoso, simpático e bem humorado. Esta postura costuma resolver a maior parte dos pepinos que possam ocorrer em uma viagem.
Mesmo.

# AS 5+ DA NEVE

1. Os esportes de neve, por sua própria natureza, exigem solidariedade total entre seus praticantes. Cuide muito dos outros, e nunca deixe de ajudar a quem estiver precisando, seja lá o que for.
2. Cuide muito do seu corpo: aquecimento obrigatório antes de entrar em pista,
alongamento no final do dia. Protetor solar. Alimentação adequada. Sono adequado.
Você precisa 100% dessas coisas.
3. Use os equipamentos adequados, de ótima qualidade, novos.
Serão a sua segurança, darão proteção e conforto, facilitarão e ajudarão por todo o tempo, de muitas maneiras.
4. Respeite a Montanha, seus códigos e sinais. Ela agradecerá, e devolverá em alegria e prazer.
5. A Regra 5 do Viajante, em outras palavras: seja gentil e respeitoso e… as soluções aparecem, as broncas terminam, multas são canceladas e… você termina na 1ª classe do avião, dando abanicos.

# AS 5+ DO SKI

1. O Equipamento deve ser o melhor possível: botas ótimas e confortáveis, skis com a mais moderna tecnologia e fixações novinhas; bastões leves e fortes.
Nunca poupe nisso – afinal, é uma viagem para esquiar, e a qualidade do equipamento faz enorme diferença.
2. Faça aulas. Aprenda o esporte, não fique levando trompadas pela montanha – é ruim, é chato, e é muito perigoso. De quebra, ainda ganha um brother local – seu instrutor será o seu “amigo na montanha”.
3. Use as pistas de acordo com seu nível de ski, sem forçar: com o tempo, esforço, aulas e treino, a progressão vem naturalmente, sem riscos desnecessários.
4. Respeite sempre as regras dos centros de ski, as orientações dos patrulheiros, as orientações dos mais velhos e experientes,e, principalmente : respeite o seu velho e ótimo bom-senso.
5. Lembra da regra “ Tudo pelo Social” ?
Pois é… no ski na neve funciona que é uma maravilha: respeito e bom humor são pura mágica na montanha.
Pode usar e abusar, dá certo.

# AS 5+ DO SNOWBOARD

1. Os Equipamentos mudam – e melhoram – a cada ano, facilitando e melhorando o desempenho dos snowboarders: procure sempre o melhor conjunto de prancha e botas disponível na estação.
2. Mesmo que você seja um baita surfista, ou um skatista radical: faça aulas.
O Snowboard tem lá as suas manhas, e você irá ganhar muito tempo – protegendo o corpo.
3. Antes de tentar pistas mais difíceis, seja bom nas pistas em que você está andando.
O resto é pura vaidade, e costuma machucar.
4. A Montanha e o Snowboard tem muitas regras importantes: siga todas elas, protegendo a você mesmo, aos outros, e ao meio ambiente.
Respeito é uma palavra sagrada na Neve.
5. A Regra nº 5 uma vez mais: seja legal com todo mundo de um centro de ski – e a enorme maioria será muito legal com você.

O que fazer

Esta é sempre uma questão mais que importante: o que fazer em um destino de neve além do ski & snowboard – seja para curtir as noites ou para passar o tempo de forma divertida nos dias de tempo ruim; ou ainda para aqueles dias em que você está cansado …
Enfim, nós do Point acreditamos que as coisas bacanas que acompanham a vida em um centro de ski podem fazer uma enorme diferença positiva durante uma skiweek; e Whistler, por diversos fatores, é neste quesito um lugar supimpa:
… imagine: está a 1 hora de distância de Vancouver… uma cidade espetacular, com atrações de todo o tipo, para todas as idades, gostos e bolsos.
…isso quer dizer que você pode estar em Whistler e resolver passar o dia em Vancouver – será um passeio muito legal, com toda a certeza.
Importante comentar:
– Vancouver com frequência é eleita como “a melhor cidade do mundo” em rankings de publicações de todo o tipo …
– merece o seu tempo – antes, durante, ou depois da skiweek em Whistler!

– toda a área do vilarejo, incluindo as bases das duas montanhas – Whistler eBlackomb, é repleta de restaurantes, boutiques, galerias de arte, lojas de decoração … bares e bistrôs, tea houses, spas; academias de ginástica, natação, yoga…
– a região é de uma beleza impressionante (isso não é retórica, é verdade … );e um passeio pelas cercanias da cidade pode ser um daqueles dias inesquecíveis…
Importante comentar:
– Whistler com frequência é eleita “a melhor estação de ski da América do Norte” – leia-se Usa & Canadá…
– e é claro que isso significa que, além das atividades de montanha, o lugar oferece todo o tipo de atração e cuidados aos seus frequentadores.

SUGESTÕES BACANAS DO POINT

Entre as muitas coisas legais e divertidas que você pode fazer durante sua skiweek em Whistler, selecionamos algumas bem bacanas, confira:

Passear no Vilarejo
Não deixe de fazer isso em algum momento …
É uma delícia caminhar pelas ruas de Whistler e Blackomb, olhando os edifícios e casas com muita pedra e madeira, as boutiques charmosas, as lojas de ski & snowboard com as últimas novidades do mercado; entrar nas cafeterias para uma tortinha com chocolate quente, conversar com os locais (sempre simpáticos e receptivos ), e … tirar um montão de fotos.

Conhecer a Região:
Isso já foi falado, mas vale repetir – a região é incrivelmente bonita, e um passeio é garantia de horas de vistas espetaculares, mansões escondidas em bosques, pequenas fazendas, ateliers de artistas, bistrôs escondidos …
Você pode alugar um veículo 4X4 com motorista, será um ótimo investimento!

… o Shuttle
Esta é uma forma divertida – e grátis – de conhecer a região: toda a área de Whistler Blackomb é servida por ônibus circulares grátis, que passam com grande frequência pelos pontos, e permitem que você possa passar horas rodando… e podendo conversar com os skiers & snowboarders que o utilizam todo o tempo!

Passear na Gôndola 2 Peak:
Esse passeio proporciona vistas deslumbrantes de 360 ​​graus de Whistler Village, picos de montanhas, lagos, geleiras e florestas …
– e você pode optar pela Gôndola Especial – com piso de vidro para uma experiência mais radical!

Patinar no Gelo:
Essa é uma verdadeira experiência canadense … e uma ótima diversão em família ou com amigos – para ser melhor, só curtindo um dos maravilhosos chocolates quentes da cidade!
Sua localização é bem no coração de Whistler Village.

Passear de Trenó:
Essa é uma coisa muito divertida e diferente: faça um passeio pela floresta nevada, debaixo de cobertas quentinhas, em um trenó puxado por cães – não tenha dúvidas de que essa é umas das maneiras mais legais de se descobrir a região!

Passear em Motos de Neve:
Esse é um dos passatempos canadenses preferidos … não deixe de experimentar, é fácil e divertido, os lugares são lindos, e – se você estiver com os baixinhos: as crianças podem pilotar as suas próprias motos de neve pequenas!
Imagine só a festa …

Passear com Raquetes de Neve:
A região é cheia de trilhas lindas, no meio dos bosques, e você vai em grupos animados & guias simpáticos, em passeios para todo o tipo de gostos (em termos de grau de dificuldade ou duração).
Se puder, faça isso … serão momentos inesquecíveis.

Brincar no Tube Park:
Uma das atrações mais legais da cidade: são quase 500 metros (!) que você desce em boias de lona emborrachada, em várias pistas – tudo organizado e seguro, e com direito a elevador para levar ao topo e começar tudo de novo!
A criançada adora, e os papais também.

Passear de Carruagem:
Essa é uma experiência verdadeiramente autêntica do inverno canadense …
Se você puder, curta este passeio: o chocolate quente e cobertores vão aquecer você durante o trajeto, a beleza natural surpreende a todos – e o astral é especial para pedidos de casamento.

MUSEUS

Você gosta de Arte e História ?
… veja então estas sugestões de museus na área de Whistler & Blackomb:

Audain Art Museum

Squamish Lil’Wat Cultural Centre

Whistler Museum

Lost Lake Passive House

Maury Young Arts Centre

ALTA VOLTAGEM

Se você gosta (e dá conta …) de experiências mais radicais, o Point tem duas sugestões bacanas, confira:

1. Sliding Centre
Foi construído para as Olimpíadas de Inverno de 2010, evento de enorme sucesso ocorrido em Whistler – e você pode experimentar as emoções de descer a mais de 100 km/h, haja coração.

2. Heli Ski
Veja: Whistler é um dos paraísos dos esportes radicais do planeta …
– 12 meses por ano, a região fervilha de praticantes de ski, snowboard, escalada, rafting, biking, etcetc …
Assim, a estrutura de apoio da cidade é muito boa – e você pode contar com guias habilitados, todo o tipo de equipamentos necessários, equipes de filmagem, helicópteros, motos de neve …
Enfim, se você quer ter experiências radicais de montanha & foras-de-pista, está no lugar certo, enjoy!

POR ÚLTIMO …

Boa parte de nossas informações são originadas pelas dicas e pelos muitos comentários de nossos clientes …
Assim, quando você voltar de sua skiweek em Whistler, pls, não esqueça de contar para os amigos do Point da Neve as suas impressões, as suas descobertas, e todas as barbadas imperdíveis, ok?
… Skiers & Snowboarders são uma raça que se ajuda!
Coisas do Mundo da Neve.

 

A montanha

Estação de Whistler

Whistler oferece duas áreas distintas para os esportes de neve: Whistler Mountaine Blackcomb Mountain, ambas com grande número de pistas, bosques, modernos meios de elevação, e restaurantes de montanha. Além de estarem unidas pelo topo através de um bondinho com vista incrível, o famoso PEAK 2 PEAK!

Temperatura Média em Whistler

Acúmulo de Neve Mensal

WHISTLER

Principiantes    Intermediárias    Avançadas    Experts
20%                              55%                           15%              10%

 

BLACKCOMB MOUNTAIN

Principiantes     Intermediárias     Avançadas    Experts
           15%                        55%                  15%              15%

 

Meios de Elevação

Teleférico “cadeirinha”: 18

Gondola: 4

Teleférico de superfície (famoso “puxa-saco”): 15

Total de teleféricos:  37

Condições da neve
View detailed snow forecast for Whistler at:snow-forecast.com

Mapa de pistas

Restaurantes

Pense bem …
Whistler – além de ser um lugar absolutamente lindo e ser a maior e mais famosa estação de ski do Canadá (e, diga-se, várias vezes eleita como a “melhor estação de ski de Usa & Canadá” pelas revistas especializadas ) – fica a apenas 110 km de distância de Vancouver, uma capital com mais de 600.000 habitantes e uma das maiores rendas per capita do planeta.
Isso significa, na prática:
– sim, você pode contar com um enorme número de ótimos restaurantes na cidade, com cozinhas de todo o tipo – country style, fusion, japonesa, italiana; tex-mex, tailandesa e indiana … vegana, macrobiótica e religiosa … há comida para todo o tipo de gosto e bolso, sempre com um atendimento simpático e contas corretas.

Juntando as dicas da galera do Point – essa gente que anda pelas estações de ski do planeta, provando montanhas, restaurantes e bares (uns safados!) – com os palpites recebidos dos nossos amados clientes, preparamos uma sugestão de lugares para você curtir em sua skiweek:
– 7 noites em Whistler … e 8 ótimos lugares para você lembrar, enjoy!
… EM TEMPO!
Estamos falando de noites & jantares … e como fica o meio dia, com aquela fome devoradora que a montanha provoca em seus felizes frequentadores?
OK, ok: então falando antes dos almoços:
– as duas montanhas – whistler e blackcomb – oferecem dezenas de confeitarias ao longo das pistas, com fast-food, saladas, caldos ferventes … e bifes enormes, doces, tortas, sorvetes, tudo sempre em quantidades espantosas.
– e, nos villages da base das duas montanhas, diversos restaurantes charmosos, com todo o tipo de comidas …
– além disso, lembremos que, no vilarejo, os restaurantes estarão abertos ao meio-dia, né?
Enfim, seu almoço está 100% garantido, acredite.

A LISTA DO POINT
Aproveite, são ótimas dicas:

Old Spaghetti Factory

O Old Spaghetti Factory é um tradicional restaurante italiano, com um clima muito agradável e aconchegante – que fideliza todos os seus clientes.
Se você procura comida de qualidade a um preço razoável … esse é o seu lugar!

Keg Steakhouse & Bar

The Keg é sempre a escolha certa quando o assunto é steaks …as carnes servidas são incríveis, e seus acompanhamentos deliciosos (saladas, massas, batatas, qualquer coisa…) tornam todas as refeições maravilhosas!
Sim, prepare-se para comer muito bem.

The Mexican Corner Restaurant

Localizado na base da montanha de Whistler, o restaurante é operado por experientes chefs mexicanos e colaboradores antigo…nele você pode experimentar autêntica culinária mexicana, usufruir de um serviço simpático e das melhores margaritas na cidade em uma atmosfera divertida.
Aberto diariamente para café da manhã (!) , almoço e jantar.

Caramba Restaurant

Um lugar charmoso e bem localizado, comida italiana e preços bacanas … as massas e pizzas são famosas, e a carta de vinhos é extensa – idem para as cervejas artesanais.
E … provavelmente você irá comer ouvindo bossa nova!

Earl´s Whistler

O Earl’s é restaurante e pub – com um belo pátio para os dias de sol e noites tranquilas, e um interior com cara de montanha: muita madeira e telões com filmes de ski & snowboard.
O atendimento é simpático, a comida é tipicamente americana (bifões, hamburguers e pastas ), e as cartas de vinhos e de cervejas são enormes.

Wild Wing

O restaurante com mais opção de sabores para Chicken Wings da cidade …
– em tempo: com certeza uma das coisas mais deliciosas do mundo, um prato de asinhas de galinha fritas, bem crocantes, com molhos subversivos por todos os lados.
Supimpa!
Ah, e para completar o seu prato, é possível pedir deliciosos hambúrgueres …

Sushi Village

O Sushi Village está a poucos passos de distância das gôndolas Blackcomb e Whistler Mountain, e perto de todos os principais hotéis (localizado na praça da montanha, no segundo nível acima Showcase Snowboards , dentro do Relógio de Sol Hotel – uffff ….).
Há algo para todos no Sushi Village – o cardápio variado oferece uma variedade de cozinha japonesa para agradar a todos os gostos: incluindo sushi, saladas, sopas, jantares Teriyaki, pratos de frango e panelas quentes.

Rim Rock Cafe & Oyster Bar

O Rimrock Café é constantemente classificado como um dos melhores restaurantes de Whistler!
Oferece em seu menu frutos do mar frescos, como salmão e ostra; e a costela de carneiro é muito famosa também … o ambiente é informal e chique, como convém

AS DICAS DOS OUTROS

O site Tripadvisor é sempre um aliado precioso na escolha de restaurantes legais ao redor deste mundão … em Whistler, entre 179 estabelecimentos disponíveis (!) eles elegeram os seguintes “Top Ten”, na ordem de prefêrencia:

  1. Rim Rock Café & Oyster Bar
  2. Red Door Bistrô
  3. Peaked Pies
  4. Creebread
  5. Araxi Restaurant & Oyster Bar
  6. Splitz Grill
  7. Tacos La Cantina
  8. Elements
  9. Pasta Lupino Gourmet Whistler
  10. The Mexican Corner

Fonte: https://www.tripadvisor.com.br/Restaurants-g154948-Whistler_British_Columbia.html

DICAS INTERESSANTES & UTILIDADE PÚBLICA

# você parou de esquiar na hora do almoço; entrou em um restaurante da montanha e comeu cositas deliciosas… quando for voltar para a pista, não esqueça de fazer um bom aquecimento & alongamento, ok?

# você vai sair caminhando na noite de Whistler, para passear ou ir a um restaurante jantar; olhando o céu do lugar, quase sempre cheio de bilhões de estrelas; cercado de vitrines charmosas e pessoas coloridas & sorridentes …
– cuidado (muito cuidado ) ao caminhar nas calçadas geladas, é muito fácil escorregar e acabar se machucando por uma bobagem;
– lembre que, dentro dos lugares, estará na mesma temperatura do Cairo ou Teresina; e do lado de fora, a sensação térmica será a de Moscou (no inverno, é claro ): pense bem nisso na hora de se vestir para sair, ok?

# nos Usa & Canadá, o serviço dos atendentes não vem incluído na nota … prepare-se para deixar uma gorjeta: algo entre 10% (que renderão sorrisos amarelos ) e 20% (que renderão abraços e selfies ).

# imagine milhares de pessoas com fome, no mesmo exato momento (entre 19:00 e 21:30), buscando estar naqueles mesmos restaurantes bacanas que você gostaria:
– sim, isto é Whistler nestas duas horas e meia …
– sim, reservar o lugar do jantar é uma providência mais que útil – use & abuse do seu Conciérge!

# lembre: os irmãos do Norte jantam cedo, e estamos em um centro de ski – onde as pessoas vão levantar cedo para correr para a montanha … assim, leve em conta que, depois das 21:30, poucos lugares aceitam clientes para jantar – não vá dormir com fome !
– ok, ok, se a sesta foi longa demais, etcetc, você sempre pode contar com hambúrgueres enormes & montanhas de batatas fritas nos fast-foods.

NÃO ESQUEÇA …
Boa parte do conteúdo de nosso site é feito de dicas recebidas de nossos amados clientes…
Quando voltar de Whistler, mande suas histórias, palpites e opiniões para o Point – todas serão compartidas com a Galera da Neve, uma grande família!

Baladas

Podemos garantir …
– pois no meio de toda aquela friagem … e depois de passar o dia gastando calorias na montanha, a galera ainda acha energia para gastar na balada …
– aí você deve pensar … “ok, ok, devem ser uns três ou quatro lugares bacanas, na noite já foi todo mundo dormir para acordar cedo e correr para as pistas …”.
Ledo engano!
– Whistler Village é pura animação a partir das 16:00, com um montão de lugares legais para curtir um happy-hour cercado de gente sorridente, contando as aventuras do dia na frente de tragos & comidinhas de toda a espécie.
– muitos destes lugares seguem noite adentro,com bandas de rock entrando em cena, etcetc…
– e há opções até para os dançantes (sim, acredite!)
As opções noturnas de whistler são bem variadas e agradam a todos os público, cada local possui a sua melhor noite em determinado dia da semana e os clubes muitas vezes convidam grandes nomes da música para agitar a noite local. Além disso, há também uma vasta opção de pubs e lounges dentro da vila quem ficam a poucos metros de grande parte dos hotéis.

SUGESTÕES DO POINT

Para que você tenha uma (pálida) ideia do que o espera na noite de Whistler & Blackomb…
– veja abaixo uma lista de sugestões de alguns lugares bacanas e divertidos em Whistler – isso entre um montão de alternativas, imagine só:

Garfinkel’s Night Club

Garibaldi Lift Co. Bar & Grill

Legs Diamond Corporation

Longhorn Saloon & Grill

The Mallard Lounge

Maxx Fish

Merlin’s Bar & Grill

Moe Joe’s

Roland’s Pub

Tapley’s Neighbourhood Pub

Tommy Africa’s

Whistler Club Crawl and Entertainment

Whistler Tasting Tours

 

SUGESTÃO DO POINT PARA OS APAIXONADOS

… para noites de lua cheia, ou bem grandona.
Você passa o dia na montanha …
Volta para o apartamento pelas 16:00 horas; banho & troca de roupa.
Pega o transfer (aliás, um Bentley seria ótimo) e vai para a Sea to Sky Highway rumo a Vancouver – vendo o anoitecer no mar, com as montanhas nevadas ao lado.
Vai direto para um restaurante charmoso, com vista para a baía e suas milhares de luzes.
Janta à luz de velas… é bem provável que escute o Tom Jobim, o que faz qualquer coisa ficar sempre melhor.
E …volta para Whistler com a lua iluminando o caminho – lindo.
… sentiu as perspectivas?

UTILIDADE PÚBLICA
Você está saindo para curtir a noite de Whistler…
Pls, não esqueça:

# a temperatura externa será sempre muito (muito!) fria: espere algo habitualmente abaixo dos 15ºC, muitas vezes bem abaixo disso; e a temperatura interna dos bares e restaurantes é sempre bem elevada, algo parecido com Recife – no verão, é claro.
Qual seja: pense bem na roupa a ser usada, ok?

# as calçadas estarão geladas … a chance de escorregar e levar um tombo é enorme, creia.
Qual seja: cuide muito ao caminhar, todo o tempo e em qualquer circunstância.

# é óbvio: todos querem jantar nos mesmos lugares bacanas no mesmo bat-momento… isso significa a necessidade de fazer reservas, se você quer garantir que irá jantar em um determinado lugar, ok?
Qual seja: use & abuse do seu Conciérge, faça reservas.
Ou… saia procurando, encare com bom humor as erradas, e … termine em algum lugar super-legal – rogamos que nos conte tudo na volta!