Fabio Tomé Schmitt - Neve - Esportes de neve - Turismo de neve

Valle Nevado

Fabio Tomé Schmitt
Valle Nevado

2009

Ski, Snowboard, ou Chocolate & Lareira? Qual tua preferencia?

Ski. Lareira no aprés-ski.

Qual o motivo desta preferencia?

Aprendi a esquiar aos 8 anos de idade e foi viciante. Desde lá fui melhorando de temporada em temporada e não quiz parar começar do zero novamente. Aliás, nunca gostei daquele negócio de ficar toda a hora sentado da neve arrumando o binding.

Na tua opinião, qual o melhor centro de ski da América do Sul? Por que?

Sem dúvida nenhuma o Valle Nevado. Além do Valle já estive em Chapelco, Las Leñas e Pucón. O Valle por estar a mais de 3.000 metros de altitude tem pouca umidade, o que garante um bom powder, mas tem que ligar o umidificador na noite. Comprando o passaporte tem a opção de esquiar nas estações próximas como El Colorado, assim tem a opção de uma área esquiável bastante grande. Tem a comodidade de ter todos os hotéis próximos às pistas. Las Leñas é minha segunda opção, ótimo lugar, tem uns apartamentos para alugar muito bacanas e se vai caminhando até os lifts. Não dá para esquecer do SnowBus, grandes lembranças dos fora de pista! Para quem não fica 100% com os esquis, Chapelco é uma opção interessante a Cidade de San Martín é um lugar charmoso, com várias lojas e ótimos restaurantes, o cordeiro patagônico deixa saudades.

Alguma dica especial deste lugar para passar adiante?

Valle – acorde cedo e aproveite o dia, a noite no bar do Três Puntas, música ao vivo e sinuca.

Las Leñas – SnowBus, se não tiver confiante faça uma aula de fora de pista, mas não perca a oportunidade.

Chapelco – aproveite para esquiar entre as árvores, você não encontra no Valle nem em Las Leñas. Vá cada dia em um restaurante, são todos ótimos.

Alguma outra estação de ski que gostarias de comentar?

Chamonix, França. Sugestão do Beto em 2008, foi ótimo. O ClubMed lá é excelente, são 3 montanhas para esquiar com toda a infraestrutura e você ainda fica de frente para o Mont Blanc. É uma das melhores relações custo-benefício, pensão completa de primeira, com tudo do bom e do melhor, aulas de ski para todos os níveis inclusos no pacote e para quem precisa de equipamento são os melhores que já vi para alugar. Numa primeira olhada parece caro, faça bem as contas que não é.

Park City, USA foi outro lugar que me impressionou, dita uma das melhores neves do mundo e é realmente. Na main st. parece que você está em um filme de faroeste americano. O lugar é muito legal, tem três opções de centros de ski com excelentes “Double D’s”, Park City, Canyons e Deer Valley este último exclusivo para ski. Transporte de graça o dia todo, a infra da cidade e das pistas é de primeira e para quem gosta de compras tem vários outlets.

Na tua opinião, qual o centro de ski ideal para ir com a Família?

ClubMed Chamonix, além do lugar ser maravilhoso a infra do ClubMed para a família deixa todo mundo tranquilo.

Tens alguma(s) dica(s) que gostarias de passar para turistas, esquiadores e snowbordistas, sejam iniciantes ou experts?

Independente do seu nível faça aulas e seja persistente. É a maneira mais rápida de aprender e de aperfeiçoar o seu ski.

Saia da pista azul, senão você nunca aprende.

Respeite os outros esquiadores, não tente ir muito rápido ou fazer manobras em pistas lotadas, você pode machucar feio as outras pessoas.

Se você curte um fora de pista como eu, nunca esquie sozinho sempre procure alguém que conheça o local para ir junto, se aventurar sozinho pode custar muito caro.

Quando alugar equipamento aproveite e teste outros modelos e tamanhos, vá trocando até encontrar um que se adapte melhor ao seu estilo, não esqueça de dar uma gorjeta ao cara da loja do aluguel.

Lembre de ligar o umidificador no quarto à noite, aquela caixinha branca com tomada que fica dentro do armário e você não sabe para que serve. Estações de ski são lugares secos, coloque água no umidificador, ligue na tomada e tenha uma noite de sono mais agradável.

Se você não sabe aonde ir pergunte ao Beto e equipe, eu segui as dicas e acertei em todas.

Alguma história para contar?

São várias. Mas uma não vou esquecer.

Estava com um grande amigo esquiando em Garmisch-Partenkirchen, Alemanha. Estávamos no albergue da cidade e o quarto era no último andar, um quarto gigante onde tinha umas 15 pessoas. Como era o último andar tinha várias clarabóias. Sempre quando voltávamos do ski passávamos no supermercado para comprar umas cervejas, quando chegávamos no quarto colocávamos as cervejas no telhado do albergue pelas clarabóias, para gelar, claro! Ficamos amigo de um inglês, Mike, que estava no quarto. Ele também comprava as cervejas, porém, como bom inglês nem passava pela cabeça dele gelar. Uma noite ficamos de papo e ele nos perguntou porque toda a hora que íamos tomar uma ceva abríamos a clarabóia. Explicamos que estávamos gelando a cerveja ele resolveu provar, gostou tanto que colocou as dele para gelar também! O Mike estava de carro e estava fazendo um tour por diferentes estações de esqui e um dia nos convidou para ir esquiar com ele no Zugspitze. O Zugspitze fica próximo a Garmisch, é a montanha mais alta da Alemanha, com 3.000 metros, e faz fronteira com a Áustria. Foi uma experiência incrível, você chega na base da montanha sobre com um trem até a base da estação. O lugar tem uma vista única e a neve muito powder, não tem muitas pistas mas o ski é de qualidade. Nunca teria ido lá se não fosse a cerveja gelada na clarabóia.

PROFISSÃO: Engenheiro
CIDADE: Porto Alegre – RS
IDADE: 28 anos
DATA: 13/10/09

2016 © Point da Neve Viagens e Turismo - Grupo S7 - Todos os direitos reservados - Proibida reprodução Desenvolvido por Segundo Andar