Argentina

Ushuaia

Informações gerais de Ushuaia

GeografiaComo chegarHistoriaGastronomia

Bem-vindo ao Fim do Mundo!

Ushuaia é uma cidade portuária, situada à beira do Canal de Beagle, ao pé de uma série de montanhas, que durante boa parte do ano, estão cobertas de neve. Entre estas montanhas está o Cerro Castor, a 26 km do centro da cidade, onde foi construído um belo centro de ski que, hoje, atrai turistas de todo o mundo e a localização tão austral de Ushuaia faz com que sua temporada de neve seja longa, e com grande garantia de neve em quantidade e boa qualidade.

Recebendo muitos visitantes de todo o tipo, a cidade vê chegar navios de cruzeiro sem parar, recebe turistas interessados na Patagônia e eco-atividades, esquiadores e snowbordistas, alpinistas e trekkers, enfim muita gente…A população da cidade é extremamente gentil e receptiva, convivendo com o turismo há décadas e, assim, sabendo da importância da simpatia como fonte de atração de pessoas.

Ushuaia também tem uma boa quantidade de restaurantes legais, bistrôs, lojas de artesanato e galerias de arte.  É uma zona livre de impostos – e assim, como possuidora de um porto livre, tem uma área de intenso comércio que faz a festa dos visitantes: há mercadorias de todo o mundo, de todo o tipo, vendidas a bons preços.  São muitas quadras de lojas, e é quase impossível sair dalí sem um montão de sacolas cheias de coisas. 

Assim, além de curtir a montanha e praticar ski & snowboard, há muito o que ver e fazer na região: visitas a parques, passeios de barco, excursões ao famoso Presídio desativado, museu do fim do mundo, observação de animais exóticos e muito mais.

  

 

Como chegar

Ushuaia está muito distante … assim, pense em termos de avião, é claro.

  • Assim… muitos vôos diários, vindos de Buenos Aires, ao aeroporto da cidade, que é preparado para receber um fluxo intenso de turistas de todo o mundo.
  • Ou, se tiver tempo, dinheiro&charme sobrando, compre uma cabine num cruzeiro que faça escala em Ushuaia e… feliz skiweek!

LOCALIZAÇÃO

 

Ushuaia é, simplesmente, a cidade mais meridional do mundo. Em outras palavras, você está muito, muito perto da Antártida – são 800 km rumo sul até lá, e bem longe de Buenos Aires, que está a 3.600 km ao norte. A região é famosa há séculos, pela suas características de topografia, vegetação, clima, animais, tudo muito diferente daquilo que se está acostumado.

 

A cidade foi fundada em 12 de outubro de 1884, sobre as costas do Canal de Beagle, e é rodeada pelos montes Martial e Olivia, pertencentes à cordilheira dos Andes, e pelos férteis e belos vales glaciais.

 

 

 

 

Confira a localização de Ushuaia no mapa:

Exibir mapa ampliado

Veja a seguir alguns comentários e curiosidades sobre a cidade & região:

CERRO CASTOR

O centro de Ski do Cerro Castor, o mais novo da América do Sul, encontra-se a 25 km do centro da cidade. É o Centro de Ski mais austral do mundo e tem a a temporada de neve mais extensa da América do Sul, oferecendo ótimas condições para a prática dos esportes de neve. Possui mais de 19 pistas e está localizado a 195 metros sobre o nível do mar e alcança em seu cume 1.057 metros. De acordo com o site oficial do cerro, existem projetos para ampliação do número de skilifts (meios de elevação) e de pistas, tudo para dar mais opções e conforto aos amantes da neve.

Clique aqui para saber mais sobre o a estrutura da estação

Veja os detalhes da montanha no item DADOS TÉCNICOS e os detalhes da hotelaria no item HOTÉIS, no sub-menu acima.

HOTELARIA E SERVIÇOS

Ushuaia conta com uma boa e variada rede hoteleira. Há diversas opções de hospedagem, desde as mais simples pousadas e até os mais sofisticados resorts e spas. O que não falta são opções nas quais se pode ficar muito bem acomodado e com muito conforto. A cidade oferece também inúmeros restaurantes típicos e muitas alternativas de lazer.

Veja aqui todos os hotéis de Ushuaia

GASTRONOMIA 

Lá é a terra dos king crabs, aqueles caranguejos gigantes das águas geladas, que você devora dando porradas com um martelo de madeira. Uma refeição/hobby ideal para aqueles dias de ira/fome….se é que alguém já passou por isso…A cidade apresenta ainda pratos tradicionais como a merluza-negra, os mariscos, os pescados e também o assado de ovelha da Patagônia.

Confira nossas dicas de restaurantes em Ushuaia

ATRATIVOS CULTURAIS 

Museu do Presídio: A prisão no fim do mundo (Cárcel del Fin del Mundo),é uma das principais atrações de Ushuaia onde tem um museu chamado Museo del Presidio, com estátuas de cera dos criminosos que estavam presos por lá. Também é o lugar do curioso Trem do Fim do Mundo “Ferrocarril Fueguino austral” ou “El Tren del Fin del Mundo”.

 

ATRATIVOS NATURAIS

Se no verão Ushuaia lhe oferece a possibilidade de praticar esportes como trekking, navegação, pesca e bicicleta, no inverno a galera aproveita para esquiar ou praticar o snowboard! Um catamarã (tipo de embarcação) leva os turistas para uma volta nas águas geladas que separam a ponta da américa do sul da antártida, logo ali pertinho. E o Farol do Fim do Mundo marca o ponto de retorno do passeio: a partir dali existem apenas água e gelo. Um ponto muito interessante… Bueno, além dele, há centenas de focas, leões marinhos, lobos-marinhos, gaivotas, pelicanos, andorinhas…

Por falar nisso, perto de Ushuaia, na cidadezinha de El Calafate, existe uma imponente massa de gelo chamada “Glaciar Perito Moreno”. Um presente da natureza que se faz impressionante e inesquecível para seus visitantes.

 

OUTROS ATRATIVOS

Museu do Fim do Mundo: é dedicado aos povos indígenas, à natureza, à historia local e aos naufrágios ocorridos nas proximidades da cidade.

Trem do Fim do Mundo: antigamente, os presidiários eram transportados de trem para fornecer lenha à população. Hoje, é utilizado para resgatar a história da Patagônia. O ponto de partida do passeio histórico é a Estação do Fim do Mundo, localizada a 8 Km de Ushuaia. Durante o trajeto, são vistas florestas antigas, turfeiras, rios e a reconstrução de um assentamento nativo. Faz-se uma parada na cascata Macarena e a última parte do passeio é feito dentro do Parque Nacional da Terra do Fogo.

Mergulho em Ushuaia: as águas da região são cristalinas e ótimas para o mergulho, mas a melhor época para realizá-lo se encontra entre os meses de março a dezembro, já que a atividade solar permite uma visibilidade que supera os 15 metros. A temperatura da água varia de 0 a 4°C.

Canal de Beagle: separa as ilhas do extremo sul do continente da Terra do Fogo, no extremo da América do Sul. Marca também a fronteira entre o Chile e a Argentina. Pode-se navegar pela região, partindo do porto de Ushuaia, em visita a várias ilhas pelo caminho, como a dos Pássaros, Alicia, Bridges e Redonda, onde se avistam lobos marinhos, pingüins magalhânicos, cormoranes e outras aves marinas. Preferencialmente no verão se chega à estância Harberton, onde viveu o primeiro homem branco na Terra do Fogo.

Parque Nacional da Terra do Fogo: é o mais austral do continente, com 63 mil hectares. Ocupa 6 Km do Canal de Beagle e faz divisa com o Chile. A fauna é composta de guanacos, raposas vermelhas (típicos), castores canadenses e coelhos. O parque encontra-se localizado a 11 km de Ushuaia, é o único da Argentina que possui costas para o mar. Ele tem admiráveis vistas de lagos, florestas e turfeiras para todos os amantes da natureza. A partir de Ushuaia, é possível realizar atividades como o trekking e passeios de caiaque pelo Rio Lapataia, de águas tranqüilas e transparentes. Nas excursões pelo Canal de Beagle são avistados lobos marinhos, pingüins magalhânicos e cormoranes.

Parque Nacional Lapataia: está a 18 Km de Ushuaia. Foi criado em 1.960 para proteger a porção mais austral de bosques subantárticos. No parque, é possível caminhar até o Canal de Beagle, pela Bahia Ensenada. A outra via de acesso é pela Bahia Lapataia, a mais utilizada pelos turistas.

Cuevas del Alvear: localizado a 26 Km de Ushuaia, é um dos cerros mais emblemáticos dos Andes fueguinos, por ser uma das elevações de maior altura da parte argentina e por que o seu cume é quase plano, coroado de gel e neve durante o ano todo. Apesar de próximo à cidade, é um lugar agreste e solitário, que guarda muitas surpresas, como guanacos em bandos, condores e o zorro colorado.

Paso Garibaldi: mirante de onde se vê o lago Fagnano e o lago Escondido.

Lago Escondido: localizado a 60 Km de Ushuaia, encravado na cordilheira, ao pé do Paso Garibaldi, oferece uma paisagem impressionante. Para se chegar, são percorridos 36 Km de um caminho composto de pedras roladas. Na região do lago, pode-se fazer caminhadas pelas montanhas e pescar.

Lago Fagnano: localizado a 100 Km ao norte de Ushuaia, é dividido entre a Argentina e o Chile. Era chamado de “descanso do horizonte” pelos nativos, porque a linha imaginária do horizonte onde está a cordilheira dos Andes é interrompida pela linha formada pela superfície do lago. É um espelho d´água impressionante. É reconhecido internacionalmente pela pesca de trutas e salmão.

Lago Yehuin: está a 160 Km ao norte de Ushuaia, em um local privilegiado para se praticar pesca esportiva, navegação, cavalgadas, trekking e mountain bike.

Glaciar Martial: a 7 Km da cidade, constitui a fonte de água potável mais importante de Ushuaia. Durante os meses de inverno, no monte Glaciar Martial funciona um Centro de Esqui. Do teleférico, tem-se vista para o Glaciar, Ushuaia, Canal de Beagle e da Ilha Navarino, no Chile.

Valle Tierra Mayor: localizado a 22 km de Ushuaia, é o centro de esqui mais completo da região, sendo pioneiro na prática e aluguel de wind-ski e motos-trenó. Também é possível realizar caminhadas.

Confira aqui mais dicas que o Point da Neve te dá para passeios em Ushuaia

HISTÓRIA

Os primeiros desbravadores destas terras chegaram a pé ao que é hoje a Ilha Grande (ou Isla Grande, em espanhol), há mais de onze mil anos. Foram caçadores nômades que vieram do norte, dispostos a sobreviver com os recursos naturais de um espaço que ainda se mantinha conectado à Patagônia Continental. Tempos depois, chegou uma segunda onda de desbravadores nômades; estes últimos vieram navegando, de ilha em ilha, desde o arquipélago ocidental da Patagônia.

Milhares de anos fizeram com que as águas oceânicas causassem a erosão de uma parte considerável do continente. Violentos movimentos terrestres geraram essa divisão continental, formando uma grande ilha e um passo inter-oceânico.

O homem europeu só conheceria a Ilha Grande da Terra do Fogo e o Estreito de Magalhães bem mais tarde. Em meados de 1520 a expedição de Fernando Magalhães ao Sul da América do Sul rendeu as primeiras descrições da Terra do Fogo.

Durante a travessia, os navegantes espanhóis observaram fogo e fumo sobre a costa setentrional, e em virtude disso batizaram a ilha como Terra do Fogo (ou Tierra del Fuego, em espanhol). Com o tempo várias expedições européias permitiram um contato mais direto entre o homem branco e os aborígenes.

Uma missão de pastores anglicanos, dirigida por Thomas Bridges, instalou-se na zona do Canal de Beagle em 1869, formando o primeiro assentamento europeu no que compreende, atualmente, o território do departamento de Ushuaia.

A cidade foi fundada em 12 de outubro de 1884, sobre as costas do Canal de Beagle, e é rodeada pelos montes Martial e Olivia, pertencentes à cordilheira dos Andes, e pelos férteis e belos vales glaciais.

À medida que o homem branco avançava sobre o território, a vida dos indígenas ia sofrendo gravíssimas perturbações. De vários pontos da ilha, inclusive de Ushuaia, partiam bandos de mercenários contratados por fazendeiros, com o consentimento das autoridades, para exterminar a população aborígene. Já em 1930 quase toda a população aborígene havia desaparecido.

No início do século XX foi construído nas proximidades da então aldeia de Ushuaia o célebre Presidio de Ushuaia, que funcionou de 1902 a 1947. Posteriormente passou para as mãos da Marinha da Argentina e, após um longo tempo de abandono, foi transformado em um museu, o Museo del Fin del Mundo. O museu exibe, entre outras curiosidades, a linha de ferro mais austral do mundo, que conduzia os presos do Presidio de Ushuaia aos campos de trabalho situados no atual Parque Nacional Tierra del Fuego. Recentemente a linha de ferro foi reativada com propósitos turísticos, conectando o terminal, situado no parque nacional, com a Baía de Lapataia.

GEOGRAFIA

O clima de Ushuaia é frio, em virtude do que a vegetação da região é quase exclusivamente a tundra, com uma temperatura média anual de 5,7 º[Celsius] e uma pequena oscilação anual que vai de 1,5 ºC em julho a 9,4 ºC em janeiro. O volume das precipitações na região gira em torno de 524 mm anuais e se divide equitativamente ao longo do ano.

Ushuaia encontra-se a 250 km sudoeste de Rio Grande, outra importante cidade da Terra do Fogo. Ambas as cidades estão unidas pela Rota 3 que termina na Baía de Lapataia.

Ushuaia conta com boa infra-estrutura hoteleira e gastronômica, onde são servidos pratos tradicionais da região como a centolla, a merluza-negra, os mariscos, os pescados e também o assado de ovelha da Patagônia.

Fonte: pt.wikipedia.org

Dicas dos turistas

VENTO

Venta prá caramba em Ushuaia.

Afinal, você está no fim do continente… as nuvens são esfarrapadas como você jamais viu igual, e o tal ventinho exige providências antecipadas: prepaire yourself!

LOJAS

Ushuaia, como zona franca, tem uma quantidade muito grande de lojas que vendem produtos importados e nacionais, livres de taxas … caminhe bastante antes de comprar qualquer coisa, pois você poderá mudar de idéia muitas vezes durante estas pernadas…

SKIS RECOMENDADOS

Skiers: este ano tive a obrigação profissional, é claro, de provar alguns skis. Foram vários, e ótimos – as novas tecnologias fazem ser cada vez mais fácil, seguro e prazeiroso esquiar na neve.

Minha recomendação: Rossignol B2, brancos, super-carving, 5 cm A MENOS que a altura do vivente. Soberbos na pista, no fora-de-pista, no extreme. Suaves o tempo todo, e duros quando preciso – um baita ski, meu!!!

ABORIGENES

Lá no museu do fim do mundo você vai ficar sabendo muita coisa sobre os verdadeiros donos da terra, o povo da Terra do Fogo. Não perca, é fantástico saber como eram, como viviam, como foram colonizados e, claro, dizimados por nós em poucos anos.

CLIMA

É sagrado por aqui o tempo mudar com muita facilidade. Em Ushuaia de uma hora pra outra o céu que estava azul, pode mudar para uma grande nevasca ou vice versa. Portanto, ao sair para a montanha ou passeios é sempre bom estar previnido.

CÂMBIO

Em Ushuaia as casas de câmbio fecham cedo, em torno das 03:00 hs da tarde. Portanto, para quem passa o dia na montanha o ideal é trocar o dinheiro em Buenos Aires.

ALUGUEL DE SKI E SNOWBOARD

No Cerro Castor existem duas lojas de aluguel de equipamentos. Recomendo a loja na base, junto ao bar e restaurante Gancia, pois lá se encontram as mais modernas e melhores opções de “equipos”.

KING CRAB

Ushuaia é um ótimo lugar para comer os king crabs, aqueles caranguejos gigantes das águas geladas, que você devora dando porradas com um martelo de madeira. Um must!

DICAS DO JOSUÉ, MARTINA E MARIANA MENEZES

1. Quem quer alugar equipamento tem duas opções no Cerro. Uma na Boleteria e outra no restaurante da base (é a mesma loja). Quando a gente acha que só tem na boleteria, mas descobre depois que o material do restaurante é mais variado e mais novo. Até dá para trocar, mas ninguém acaba fazendo isso, a não ser que tenha pego uma bomba.

2. A representante da Badino, em Ushuaia (Tolkeyen) só tem um transfer de retorno por dia às 17:30, mas existem transfers relativamente regulares para descer a partir das 15:30 hs.

3. A saída do primeiro lift, que leva para a cota intermediária, de onde se acessa todas as demais é bastante acentuada (incrivelmente mais acentuada que qualquer outra da estação, até mesmo as dos cumes) e causa frequentemente tombos nos enferrujados e/ou inexperientes. Esta subida pode ser feita sem o equipamento, mas nem todo mundo percebe isso e só se dá conta quando já é tarde demais…

4. Se alguém te perguntar se vale a pena comprar roupas de esqui por lá, diz que sim. Tem uma loja chamada Popper que tem de tudo (muito grande) e tem preços prá lá de interessantes, principalmente no material da Columbia. Para ter uma idéia, um casaquinho reversível infantil (para a Mariana) que em Buenos Aires estava em todas as lojas mais de 300 pesos, pagamos 189 pesos. Os Titanium da Columbia – que infelizmente não compramos – que em Buenos Aires estão quase mil pesos, lá estavam por volta de 600.

USHUAIA – SECRETARÍA DE TURISMO DA ARGENTINA

Veja essas informações sobre Ushuaia encontradas no site da Secretaría de Turismo da Argentina:

Como chegar

Avião. Desde Buenos Aires até Ushuaia e Río Grande. Vôos regionais desde ambas cidades até Río Gallegos, El Calafate e Comodoro Rivadavia.

Ônibus. Desde a Capital Federal até Río Gallegos; desde ali combinação para Río Grande e Ushuaia via as localidades chilenas de Punta Arenas e Puerto Porvenir, cruzando em balsa o Estreito de Magalhães.

Distâncias. Ushuaia dista 3.171 Km de Buenos Aires e 591 Km de Río Gallegos. Río Grande se encontra a 229 Km de Ushuaia.

Onde se hospedar

Número de estabelecimentos por categoria. Lago Escondido: 1 (2*). Lago Fagnano: 1 (2*). Río Grande: 5 (3*), 2 (2*), 1 (Apart). San Sebastián: 1 (2*). Ushuaia: 1 (5*), 4 (4*), 12 (3*), 8 (2*), 8 (Apart).

Outros alojamentos em: Tolhuin.

Que fazer

Navegações. Desde Ushuaia partem cruzeiros para a Antártida. Cruzeiros pelo Canal Beagle onde se avistam lobos marinhos, pingüins de Magalhães, cormoranes e outras aves marinhas. Preferentemente em(troca por)no verão se chega até a estància Harberton, onde morou o primeiro povoador branco de Tierra del Fuego. Navegação em veleiro pelo Cabo de Hornos e a Isla de los Estados.

Ecoturismo. Excursão no trem histórico até o Parque Nacional Tierra del Fuego, trekking, observação da natureza.

Esquí. Esqui alpino e de fundo em Cerro Castor e numerosas estações invernais. Passeios em trenós atirados por cachorros Siberian huskies.

Pesca esportiva. Salmonados em rios e lagos da Isla Grande de Tierra del Fuego.

Degustação. De centollas, mariscos e asado de cordeiro fueguino.

Que visitar

Ushuaia, Capital da Província. É a cidade mais austral do mundo. Seu Museu do Fim do Mundo está dedicado aos indígenas, a natureza, a historia local e os naufrágios ocorridos na zona.

Canal Beagle e Parque Nacional Tierra del Fuego. Este Parque Nacional preserva espécies de bosques sub-antárticos, onde convivem zorros vermelhos, guanacos, coelhos, castores, condores. Desde ele são obtidas vistas panorâmicas do Canal Beagle e de suas ilhas montanhosas. Em a Bahía Lapataia, se podem observar numerosas aves marinas e restos de uma concharia utilizada pelos índios yaghanes.

Caminho a Río Grande. O Paso Garibaldi é espetacular em outono pelas folhas vermelhas das lengas. Na zona existem pistas de esqui de fundo, bosques impenetráveis turfeiras e lagos como o Fagnano e o Escondido. A 10 Km de Río Grande, o Museu Regional de la Missão Salesiana expõe material sobre os índios onas, fósseis e mostras de geologia, fauna e flora da região.

Outros lugares de interesse. A Estância María Behety possui um dos maiores galpões de esquila do mundo, onde cabem mais de 5.000 ovinos. Desde o Cabo Domingo, é divisada uma excelente panorâmica marítima.

Que comprar

Talhas em madeira de lenga, em Ushuaia.

Tierra del Fuego é Área Aduaneira Especial. Podem-se comprar produtos importados com franqueias: tabacos, licores e artigos eletrônicos e de fotografia.

Onde se informar

Ushuaia. Instituto Fueguino de Turismo: Av. Maipú 505. Tel. (2901) 421423. Fax: (2901) 430694. E-mail: infuetur@tierradelfuego.org.ar. Secretaría Municipal de Turismo y Cultura: Av. San Martín 674. Tel. (2901) 432000. E-mail: muniush@speedy.com.ar

Río Grande. Instituto Fueguino de Turismo: Espora 533. Tel. (2964) 422887. E-mail: infuerg@tierradelfuego.org.ar. Dirección Municipal de Turismo: Rosales 350. Tel. (2964) 431324.

E-mail: gr-turismo@netcombbs.com.ar

Buenos Aires. Instituto Fueguino de Turismo: Esmeralda 783. Tel./Fax: (11) 4328-7040/2. E-mail: infuebue@tierradelfuego.org.ar.

www.turismo.gov.ar

AEROPORTO DE USHUAIA

Informações sobre o Aeroporto de Ushuaia – Argentina

‘Aeroporto Internacional de Ushuaia ‘Malvinas Argentinas’

O prédio pertencente à jurisdição do Aeroporto possui uma superfície aproximada de 200 há. e está localizado na parte Sul da Península de Ushuaia, cujo litoral Sul é banhado pelas águas do Canal Beagle, o Oeste e Noroeste pelas águas da Baia Golondrina e o Leste e Nordeste pela própria Baia de Ushuaia. Dista 4 km do centro da cidade.

A Rodoviária consta de 5.500 m2 de superfície. Construída com materiais da zona, dos quais se distinguem a madeira e a pedra. Possui duas passarelas telescópicas para embarque e desembarque de passageiros, dois salões de espera para vôos nacionais e um para vôos internacionais, bar, restaurante e bares, free shop e sala VIP. Dentro do prédio são prestados os Serviços de Alfândegas e Migrações, Sanidade de Fronteiras e Serviços Médicos, Emergências e Primeiros Auxílios.

Existe um Edifício de Bombeiros destinado ao Serviço de Salvamento e Extinção de Incêndio, dotado de quatro auto-bombas com uma capacidade de agentes extintores (água-espuma-químicos) que colocam o Aeroporto na máxima categoria.

Também há um Edifício de Manutenção, com escritórios e depósitos para a manutenção geral do Aeroporto e destinado ao resguardo das maquinarias que são utilizadas para a prestação do serviço de despoluição de neve e gelo durante a temporada invernal, e com um Edifício de Rampa, destinado ao resguardo dos equipamentos de prestação de serviços em terra das aeronaves.

Por último, a Torre de controle e prédio operacional, destinado ao controle do trânsito aéreo, meteorologia e busca e salvamento.

No dia 27 de novembro de 1995 o Aeroporto da Cidade de Ushuaia ‘Malvinas Argentinas’ ficou habilitado com caráter de Público Internacional.’

Fonte: www.tierradelfuego.org.ar

INFORMACIONES!!!

Quer ir treinando seu espanhol pra esquiar na viagem de férias em Ushuaia??? Então agora leia tudo sobre a cidade mais austral do mundo em “español”!!!

“Ushuaia es la capital de la provincia de Tierra del Fuego, Antártida e Islas del Atlántico Sur. Se la conoce como “La ciudad más austral del mundo. Situada a orillas del Canal Beagle y rodeada al oeste por los Montes Martial y al este el Monte Olivia y Monte Cinco Hermanos, ofrece un paisaje único en la Argentina como es la combinación de montañas, mar, glaciares y bosques.

Canal de Beagle

Bordeando el extremo sur de la isla Grande de Tierra del Fuego se encuentra el canal de Beagle que marca el límite Chile y Argentina. La ruta que acompaña su costa conduce hacia un frondoso bosque de lengas y ñires que lleva a la laguna Victoria. También se puede observar el faro de Les Eclaireurs y diversas colonias de lobos marinos de 1 y 2 pelos, el Monte Olivia con una altura aproximada de 1500 metros y la Isla Gable donde se puede divisar las famosas “lengas bandera”, inclinadas por la acción del viento, y como colofón histórico, a la Estancia Harberton.

Clima

El clima de Ushuaia es frío, de tundra, con una temperatura media anual de 5,7º y una escasa oscilación anual que va de 1,5º en julio a 9,4º en enero. Las precipitaciones son de 524 mm anuales y se reparten equitativamente a lo largo del año. Por su ubicación cercana al polo sur, en verano hay aproximadamente dieciocho horas de luz, mientras que en invierno solo siete u ocho horas. En invierno el paisaje nevado cambia su fisonomía, y los días en general son claros y brillantes. Existen varios centros invernales para la práctica del esquí de fondo, y en el de Cerro Castor se puede practicar esquí alpino.

Paseos

Esquí en el Cerro Castor. Cerro Castor es el centro de ski más exclusivo de la Argentina. Por ser el punto turístico más austral del planeta posee características que lo hacen único y diferente. Esquiar en Castor es disfrutar de la mejor calidad de nieve, por la orientación de la montaña (ladera sur) y su ubicación extrema (paralelo 54 similar a Moscú en el hemisferio norte).

Ningún detalle queda librado al azar. El mantenimiento y pisado de pistas, la calidad de sus equipos de alquiler y los más modernos medios de elevación distribuidos estratégicamente, son algunas de las cualidades que a nivel servicio puede brindar este complejo turístico.

Los equipos de competición más importantes a nivel mundial eligen, desde hace varios años, Castor para sus entrenamientos de pretemporada; Giorgio Rocca, del equipo italiano, quien está rankeado como el nro. 1 en slalom especial a nivel mundial, avala las condiciones técnicas y de servicio que esta montaña posee.

Tren del Fin del Mundo. El Tren del Fin del Mundo o Ferrocarril Austral Fueguino es el primer tren ecológico del mundo, que recorre una parte inaccesible del Parque Nacional Tierra del Fuego. Ubicada a 8 kilómetros hacia el oeste de la ciudad de Ushuaia se encuentra la Estación del Fin del Mundo; desde allí parten los trenes hacia la Estación Parque Nacional Tierra del Fuego.

Parque Nacional Tierra del Fuego. El Parque Nacional Tierra del Fuego creado en 1960 se extiende por 63.000 hectáreas y constituye la reserva fundamental del bosque subantártico argentino, siendo un verdadero “Paraíso Austral”. Se llega al mismo desde la ciudad de Ushuaia, tomando la Ruta Nac.3 hacia el sur y recorriendo 12 km.

Glaciar Martial. El Glaciar Martial se encuentra a 7 Km de la ciudad, por la ruta nacional número 3. En la base de la cadena montañosa Martial funciona una pista de esquí andino. Para ascender se toma la aerosilla que recorre unos 1100 metros. Una vez en la cumbre podrá ver una panorámica del Canal Beagle y el Glaciar.”

Fonte: www.ushuaia-argentina.com.ar

Voltar para o topo

Os comentários estão encerrados.