Um passe e muitas estações!

11 de julho de 2019
Um passe e muitas estações!

Passes integrados de esqui oferecem uma nova perspectiva a quem sonha desfrutar várias estações na América do Norte, América do Sul, Europa, Ásia e Oceania.

Há destinos que somam três, quatro ou até cinco estações de esqui separadas por poucos quilômetros de distância. Viajar para um desses lugares e ficar limitado a uma única montanha pode ser muito pouco para esportistas mais experientes. Ciente disso, em 2008 a Vail Resorts Inc. — empresa que administra diversas estações de esqui nos Estados Unidos, Canadá, entre outros países — identificou a oportunidade de ampliar seu público, integrando as montanhas por meio de um único passe. Assim surgiu o Epic Pass, um divisor de águas no mercado do turismo de neve. Com ele, o esportista tem livre acesso a dezenas de estações de esqui durante toda a temporada de inverno. O sucesso do Epic Pass motivou a Alterra Mountain Co., outra gigante do mercado norte-americano, a criar o Ikon Pass em 2012. Juntas as duas corporações lideram o turismo de neve na América do Norte, e alçaram o negócio a um patamar de grande competitividade graças aos passes conjugados. “Os norte-americanos têm o hábito de realizar ski trips, e os passes integrados reforçam esta tradição, além de movimentarem fortemente a economia das estações de esqui”, explica Sandro Sclovsky Saltz, sócio e diretor do Point da Neve. Segundo ele, antes o visitante ia a Vail e ficava lá, consumindo apenas naquele destino. Hoje o dinheiro é melhor distribuido entre as estações. O esportista pode esquiar em Breckenridge e ficar hospedado em Vail, por exemplo.

Divulgação Park City

CARDÁPIO ECONÔMICO

O resultado tem sido tão positivo que a Alterra Mountain Co. e a Vail Resorts Inc. começaram a integrar outras estações além das administradas por elas, mantendo parcerias com empresas no Japão, Austrália, Nova Zelândia, França, Itália, Suíça, Áustria e Chile. As opções de passe variam conforme o tempo de duração e o número de estações de esqui em questão. “Um passe diário nos Estados Unidos não sai por menos de 100 dólares. Se você permanecer duas semanas no Colorado e usar o passe conjugado todos os dias, fará uma economia significativa”, elucida Sandro, que menciona a modalidade season pass, válida para toda a temporada, e as opções básicas, que custam a partir de 649 dólares. “Para quem curte alugar carro e fazer uma road trip, a aquisição do passe é a alternativa ideal.”
O Epic Pass inclui três destinos do Colorado e de Utah perfeitos para snowboarders. Já entre o Colorado e a costa oeste dos Estados Unidos há uma trip ideal para esquiadores integrada pelo Ikon Pass. Confira:

Sandro Sclovsky Saltz, Sócio e diretor do Point da Neve

Esse conteúdo faz parte da revista do Point da Neve – Edição 5. Para ler o conteúdo completo é só clicar aqui.

Solo
Contato via Whatsapp >